Show simple item record

dc.contributor.authorScuzziatto, Iolanda Mattospt_BR
dc.contributor.otherPacheco, Vicentept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão de Negóciospt_BR
dc.date.accessioned2018-07-11T20:42:33Z
dc.date.available2018-07-11T20:42:33Z
dc.date.issued2004pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56536
dc.descriptionOrientador: Vicente Pachecopt_BR
dc.descriptionMonografia (Especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Especialização em Gestão de Negóciospt_BR
dc.description.abstractResumo: Franquia é um sistema de distribuição, pelo qual o titular de um produto, serviço, ou método devidamente caracterizado por uma marca registrada, concede a outros comerciantes, que se ligam ao titular por relação contínua, licença e assistência para a expansão do produto no mercado. A franquia pode ser uma alternativa de expansão de baixo risco para organizações que possuem um bom produto e uma boa marca. Ou seja, ao invés de investir capital próprio ou captar recursos de terceiros via financiamento, a empresa desenvolve uma rede de distribuição e/ou de produção através da "venda" de sua marca/imagem, estrutura e tecnologia. No contrato de franquia (franchising) estão de um lado, os franqueadores (franchisor) e, de outro, o franqueado (franchisee). No Brasil, as empresas começaram a chamar suas operações de franquia em meados da década de 80. O retorno do capital do investidor depende muito da escolha do tipo e qualidade da franquia. Neste estudo, delinear-se-á como é o funcionamento do Sistema de Franquias: histórico evolutivo das franquias; as franquias brasileiras; as estratégias de marketing que vêm sendo implementadas atualmente para que o negócio se torne mais rentável; exemplos de algumas franquias brasileiras de sucesso no ramo de alimentos, escolas de inglês, escola de informática para crianças e produtos de beleza. Quem procurar uma franquia deve ser em princípio o primeiro comprador e entusiasta dos produtos comercializados pela empresa. A empatia é um dos requisitos fundamentais. Estudos mostram que, se for comparada uma franquia e um negócio independente que atuem no mesmo ramo, em média, o faturamento anual da franquia, dividido pelo número de funcionários, pode chegar ao dobro do faturamento por funcionário do regócio não franqueado. Isso sem falar no índice de insucesso das franquias, muito inferior ao dos negócios independentespt_BR
dc.format.extent78 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectFranquias (Comercio varejista)pt_BR
dc.titleO sistema de franchisingpt_BR
dc.typeMonografia Especializaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record