Show simple item record

dc.contributor.advisorFreitas, Maria de Fátima Quintal de, 1956-pt_BR
dc.contributor.authorBatista, Morgana Francini, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2021-01-04T22:38:12Z
dc.date.available2021-01-04T22:38:12Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69144
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Maria de Fátima Quintal de Freitaspt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 29/11/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 98-105pt_BR
dc.description.abstractResumo: A temática relativa ao envolvimento dos jovens em projetos ou programas denominados sociais tem recebido interesse nos estudos realizados, particularmente, nas primeiras décadas do século XXI. Este interesse também tem estado presente no campo da Educação e da Psicologia Social Comunitária. Realizou-se uma pesquisa de campo, de caráter qualitativo, com o objetivo de discutir a importância atribuída pelos jovens às vivências e experiências nos projetos/programas sociais dos quais participam. Na revisão da literatura especifica ao tema, identificaram-se 31 estudos sobre o envolvimento e participação dos jovens em tais programas, nos últimos anos. Foi elaborado como instrumento de coleta de dados, um questionário semi-estruturado que foi aplicado a 18 jovens, de 12 a 15 anos, que pertencem a um instituto social, na cidade de Pinhais (PR), dentro de um programa de ações voltado para o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). As respostas foram submetidas a uma análise de conteúdo, com categorias a posteriori, revelando que as vivências nos projetos sociais foram indicadas, pelos jovens, como tendo importância e características ligadas a: a) o projeto social como lugar de formações e destinado a aprendizagens (reforço escolar) e no seu entendimento, diferenciando-se das aulas tradicionais na escola; b) sensação de bem estar, apoio e amadurecimento emocional por meio das vivências no projeto; c) possibilidade de contato e início no mercado de trabalho, aproximando-os ao primeiro emprego; e d) indicação de que não podem escolher onde estar, visto que foram designados, a participar no projeto, por decisão da assistência social ou da justiça. Algumas reflexões puderam ser levantadas quanto à importância da Educação, seja nos aspectos formais como não-formais, e à participação dos jovens em projetos sociais, em alguns casos de modo compulsório. Palavras-chave: Projetos Sociais e Educação. Jovens. Psicologia Social Comunitária.pt_BR
dc.description.abstractAbstract:The theme related to the involvement of young people in socially designated projects or programs has received interest in studies carried out, particularly in the first decades of the 21st century. This interest has also been present in the field of Eeducation and Social Social Psychology. A qualitative field research was carried out to discuss the importance attributed by young people to the experiences and experiences in the social projects/programs in which they participate. In the literature review specific to the theme, 31 studies were identified on the involvement and participation of young people in such programs, in recent years. As a data collection instrument, a semi-structured questionnaire was applied and applied to 18 young people, from 12 to 15 years old, who belong to a social institute, in the city of Pinhais (PR), within an action program aimed at the Coexistence and Strengthening Service (SCFV). The responses were subjected to a content analysis, with a posteriori categories, revealing that the experiences in social projects were indicated, by the young people, as having importance and characteristics linked to: a) the social project as a place of training and intended for learning ( school reinforcement) and in their understanding, differing from traditional classes at school; b) feeling of wellbeing, support and emotional maturity through the experiences in the project; c) possibility of contact and start in the job market, bringing them closer to their first job; and d) indication that they cannot choose where to be, since they have been designated, to participate in the project, by decision of, social assistance or justice. Some reflections could be raised about the importance of Education, both in formal and non-formal aspects, and the participation of young people in social projects, in some cases on a compulsory basis. Keywords: Social Projects and Education. Youth. Community Social Psychology.pt_BR
dc.format.extent126 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectJovens - Condições sociaispt_BR
dc.subjectEducação comunitáriapt_BR
dc.subjectProjetos sociaispt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleConcepções de jovens sobre suas experiências em projetos sociais : um estudo a respeito das dimensões educativas e psicossociaispt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record