Show simple item record

dc.contributor.advisorSoares, Sandramara Scandelari Kusano de Paula, 1972-pt_BR
dc.contributor.authorLima, Antonio Adilson Soares de, 1968-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Pós-Graduação em Ensino Médicopt_BR
dc.date.accessioned2022-08-29T12:25:12Z
dc.date.available2022-08-29T12:25:12Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57459
dc.descriptionOrientador : Profa. Dra. Sandramara Scandelari Kusano de Paula Soarespt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Curso de Pós-Graduação em Ensino Médico.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : As redes sociais têm sido empregadas como ferramentas pedagógicas em diferentes áreas do conhecimento, mas o Facebook tem sido pouco usado com essa finalidade pela Odontologia. O objetivo deste estudo foi analisar o uso do Facebook como uma ferramenta pedagógica para o ensino da didática da pós-graduação em Odontologia e as reações dos estudantes durante as postagens. Vinte e dois estudantes adultos matriculados numa disciplina da pós-graduação participaram da pesquisa. Os estudantes assistiram às aulas teóricas, desenvolveram atividades práticas a distância via Facebook de maneira individual e em grupo e avaliaram a disciplina por meio de um questionário com perguntas objetivas. As postagens realizadas no Facebook foram analisadas em relação aos seguintes critérios: cumprimento e o tempo para a realização das atividades pelos estudantes. As postagens também foram analisadas em relação à reação dos estudantes. Os resultados revelaram que a maioria dos estudantes eram indivíduos do sexo feminino, na faixa etária entre 26 e 35 anos de idade e com até três anos de formação em Odontologia. Treze (60%) estudantes responderam que as atividades desenvolvidas a distância via Facebook eram um bom recurso pedagógico e apenas 5 (22%) manifestaram dificuldade em executar as tarefas (via fórum de discussões). O computador pessoal (100%), o smartphone (27%) e o tablet (9%) foram os recursos tecnológicos mais usados pelos estudantes para acessar a internet. A maioria dos estudantes cumpriu as atividades programadas a distância via Facebook. No entanto, a maioria das tarefas só era apresentada próximo ao prazo final estabelecido pelo professor. A maioria das postagens no Facebook foi realizada pelo professor e as principais reações dos estudantes eram de "curtidas" e somente faziam comentários quando obrigados. Apesar das suas limitações, o Facebook parece ser um bom recurso pedagógico para ser inserido no ensino da pós-graduação. Além disso, os estudantes ainda se mostram pouco participativos nas atividades didáticas mesmo estando no ambiente virtual do Facebook.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação medicapt_BR
dc.subjectFacebook (Rede social on-line)pt_BR
dc.subjectEducação de pós-graduação em medicinapt_BR
dc.titleUso da rede social Facebook como ferramenta pedagógica para o ensino na pós-graduaçãopt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record