Show simple item record

dc.contributor.authorPeres, Edna Ferreirapt_BR
dc.contributor.otherPiosiadlo, Laura Christina Macedopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão da Saúdept_BR
dc.date.accessioned2019-02-07T12:46:30Z
dc.date.available2019-02-07T12:46:30Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/51779
dc.descriptionOrientador : Laura Christina Macedo Piosiadlopt_BR
dc.descriptionTrabalho (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão em Saúdept_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O tema violência está cada vez mais presente nas discussões contemporâneas e vem assumindo grande importância para a Saúde Pública em função da amplitude, da gravidade e do impacto social sobre a saúde individual e coletiva. Nesse sentido, este trabalho tem como objetivo qualificar os profissionais de saúde da UPA Afonso Pena para a Notificação de Violência Interpessoal e Autoprovocada na perspectiva da vigilância em saúde, promoção da saúde, proteção social e prevenção de violências constituindo-se na extensão do cuidado na Urgência e Emergência, visando o fortalecimento, a articulação de ações entre os serviços para um trabalho em rede intersetorial. A notificação de violências é uma exigência legal, fruto de uma luta contínua para que a violência perpetrada contra crianças, adolescentes, mulheres e pessoas idosas, saia da invisibilidade, revelando sua magnitude, tipologia, gravidade, perfil das pessoas envolvidas, localização de ocorrência e outras características dos eventos violentos. É ainda, uma dimensão da Linha de Cuidado para Atenção Integral à Saúde de Crianças, Adolescentes e suas famílias em Situação de Violência. Sendo assim, as Unidades de Pronto Atendimento - UPAs representa espaço privilegiado no reconhecimento de maus tratos, negligências e agressões em pessoas de franca vulnerabilidade. Dessa forma, se faz necessário compreender e enfrentar a violência, como um conjunto de problemas que permeiam saúde, condições, situações e estilo de vida. Acreditando que através de medidas de prevenção e promoção da saúde e da cultura da paz ás violências nas suas multifacetadas formas podem ser enfrentadas e reduzidas.pt_BR
dc.format.extent41 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.relationDisponível em formato digital.pt_BR
dc.subjectSaúde públicapt_BR
dc.subjectViolência - Controle socialpt_BR
dc.subjectAssistencia medico-socialpt_BR
dc.titleNotificação de violências na urgência e emergência : vigilância em saúde para a extensão do cuidadopt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record