Show simple item record

dc.contributor.advisorCarvalho, Vânia Oliveira dept_BR
dc.contributor.authorCarvalho, Sheron Luize Costa dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Dermatologia Pediátricapt_BR
dc.date.accessioned2022-03-21T19:53:07Z
dc.date.available2022-03-21T19:53:07Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/51448
dc.descriptionOrientadora: Dra. Vânia Oliveira de Carvalhopt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Dermatologia Pediátricapt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV) dos pacientes com dermatite atópica (DA) e de seus cuidadores e a relação com a gravidade da dermatose. Método: Estudo transversal e analítico, com aplicação de questionários aos pacientes entre 2 e 14 anos (Infant’s Dermatitis Quality of Life Index; Children's Dermatology Life Quality Index) e a seus cuidadores (Dermatitis Family Impact Questionnaire), de agosto a dezembro de 2015. A gravidade da doença foi determinada conforme o índice de pontuação da DA (SCORAD) e foi classificada como leve (pontuação < 20), moderada (> 20 à < 40) ou grave (> 40). Resultados: Cento e um pacientes e seus cuidadores participaram do estudo, 9 pacientes menores de 2 anos, 16 entre 2 e 4 anos e 76 de 5 a 14 anos, dos quais 31,7% apresentaram DA leve, 36,6% moderada e 31,7% grave. A média dos índices de QV nos pacientes entre 2 e 4 anos foi 11,6±6,5; nos pacientes entre 5 e 14 anos foi 7,6±4,7 e nos cuidadores de 9,1±6,7. Os índices de QV foram piores quanto mais grave a dermatite atópica (correlação de Sperman 0,86 e p< 0,0001, 0,51/ p<0,0001 e 0,53/p<0,0001, respectivamente). Os domínios mais afetados no primeiro grupo foram prurido, tempo para adormecer e humor; no segundo grupo foram prurido/dor, sono e tratamento; na família foram gastos com o tratamento, sono e cansaço/exaustão. Conclusão: Os índices de QV dos pacientes e dos cuidadores são piores na DA grave e os domínios afetados diferem conforme a idade da criançapt_BR
dc.format.extent[23] p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.subjectDermatite atópicapt_BR
dc.subjectQualidade de vidapt_BR
dc.subjectCuidadorespt_BR
dc.titleImpacto da dermatite atópica na qualidade de vida do paciente e seus cuidadorespt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record