Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Marcelo Silva da, 1972-pt_BR
dc.contributor.authorChatoski, Gilmarpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Litoral. Curso de Especialização em Educação do Campopt_BR
dc.date.accessioned2022-05-10T17:15:19Z
dc.date.available2022-05-10T17:15:19Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/50266
dc.descriptionOrientador: Marcelo Silva da Silvapt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Curso de Especialização em Educação do Campopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractO presente artigo aborda a Educação do Campo e como esta tem sido abordada pelas políticas públicas no Brasil. Através da história, em geral, as populações do campo tem sido marginalizadas e oprimidas por essas políticas públicas, mas aos poucos, com a mobilização e organização dos movimentos sociais tem mostrando seu devido valor, buscando reconhecimento junto a sociedade e aos poderes públicos. O objetivo central do trabalho realizado foi entender a trajetória de Formação e as Práticas docentes de 8 professores de uma escola do campo situada no interior do Estado do Paraná, tendo como marco norteador as Leis, Decretos, diferentes autores e pesquisas sobre o tema. Diante dos dados obtidos esperamos auxiliar os professores para estruturarem suas práticas de acordo com a realidade do campo, sendo capazes de utilizar novos métodos, buscando soluções aos problemas encontrados, tendo uma visão geral dos instrumentos que podem ser utilizados para melhoria do processo ensinoaprendizagem. A Educação do Campo deve ser compreendida como espaço de socialização das relações humanas, o que aponta para o reconhecimento da especificidade da Educação do Campo pensada a partir das particularidades dos povos do campo, enquanto sujeitos sociais com saberes e cultura própria, assim, a identidade das escolas do Campo é definida a partir dos sujeitos sociais a quem se destina, não é apenas um espaço geográfico ou a produção da existência que determinam esses sujeitos, mas principalmente a sua vinculação ás questões inerentes a sua realidade, o sentimento de pertencimento, entre outros aspectos que caracterizam a Educação do Campo, portanto, a escola precisa investir em uma interpretação dessa realidade que possibilite a construção de conhecimentos potencializadores, que promovam a melhora da qualidade de vida dos que vivem e sobrevivem no Campo.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.subjectEducação ruralpt_BR
dc.subjectPrática docentept_BR
dc.subjectLegislação educacionalpt_BR
dc.subjectEducação - Política públicapt_BR
dc.titleA prática de ensino na educação do campo : algumas consideraçõespt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record