Show simple item record

dc.contributor.advisorGóes, Anderson Roges Teixeira, 1979-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação: Teoria e Prática de Ensinopt_BR
dc.creatorMuzzio, Andrea Lannespt_BR
dc.date.accessioned2023-02-15T17:31:01Z
dc.date.available2023-02-15T17:31:01Z
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/80580
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Anderson Roges Teixeira Góespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação: Teoria e Prática de Ensino. Defesa : Curitiba, 26/10/2022pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A educação enquanto direito de todos demanda práticas que envolvam todos os estudantes para além de suas necessidades especiais, desta forma este trabalho apresenta uma pesquisa de abordagem qualitativa de intervenção pedagógica com estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental I, de uma escola municipal de Curitiba e tem como objetivo principal discutir o processo de inclusão no ensino e aprendizagem de Matemática ao utilizar jogos com regras confeccionados por estudantes nos princípios do Desenho Universal, na abordagem do Desenho Universal para Aprendizagem. A pesquisa analisou como os jogos, por meio da concepção do Desenho Universal e com abordagem no Desenho Universal para Aprendizagem podem contribuir para o processo de construção do conhecimento dos estudantes de uma turma do Ensino Fundamental de uma escola municipal de Curitiba. Na fundamentação teórica e metodológica, buscou-se entender os jogos no contexto do conhecimento matemático e dos direitos de aprendizagem e desenvolvimento (KISHIMOTO, 2016, 2014, 2011; KRANZ, 2011, 2014) possibilidades de inclusão na perspectiva do Desenho Universal (CARLETO, GAMBIAGHI, 2007; PLETSCH et. 2021; ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2020), as possibilidades de inclusão na abordagem do Desenho Universal para Aprendizagem (CAST, 2018; SEBASTIÁN-HEREDERO, 2020; ZERBATO, MENDES, 2018; SOUZA, 2019), finalizando com a revisão de literatura, na qual buscamos compreender como estão as pesquisas com temáticas afins. Para o desenvolvimento desta pesquisa, foi planejada uma proposta de trabalho que visou a princípio, ampliar o repertório dos estudantes sobre os jogos com regras e posteriormente propor a construção de jogos por eles, bem como o jogar após sua confecção. Durante esse percurso, foi utilizado como instrumento de coleta de dados o registro das observações da pesquisadora, por meio de anotações e arquivos de áudio, vídeo e/ou imagens fotográficas, além de uma entrevista semiestruturada aplicada ao final da proposta à professora regente da turma. As análises foram realizadas tendo em conta quatro temáticas: a)Construção de jogos matemáticos na perspectiva do DU na sala de aula;b) A abordagem do DUA durante o processo construtivo dos jogos; c) A abordagem do DUA durante o uso dos jogos; d) Aprendizagens matemáticas. As análises desta pesquisa, com base nos dados produzidos, mostram que as propostas com jogos com regras, em especial, sua construção pelos estudantes, proporcionaram a ampliação das ideias matemáticas, contribuindo para o desenvolvimento de sua autonomia e desenvolvendo-os para a criação, reflexão, resolução de problemas, oportunizando, assim, sua formação como cidadão crítico; que a professora regente apesar de utilizar jogos matemáticos com regras, esses nunca foram construídos e pensados pelos estudantes; os princípios do Desenho Universal para Aprendizagem até então eram desconhecidos e nunca foram utilizados na sala de aula. Em relação à Educação Matemática Inclusiva para que possa colher bons resultados, garantindo uma aprendizagem significativa, percebe-se que ainda falta um caminho a ser percorrido, tendo implicações sobre a formação inicial e continuada de professores que ensinam Matemática, culminando com a sua qualificação para a melhor mediação pedagógica de acordo com as especificidades de cada turma.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Education as a right for all demands practices that involve all students beyond their special needs, in this work presents a qualitative approach research of pedagogical intervention with students of the 4th year of Elementary School I, of a municipal school in Curitiba and has as main objective to discuss the process of inclusion in the teaching and learning of Mathematics when using games with rules made by students in the principles of Universal Design, in the Universal Design for Learning approach. The research analyzed how games, through the conception of Universal Design and with an approach to Universal Design for Learning, can contribute to the process of building knowledge of students in an Elementary School class of a municipal school in Curitiba. In the theoretical and methodological basis, we sought to understand games in the context of mathematical knowledge and the rights of learning and development (KISHIMOTO, 2016, 2014, 2011; KRANZ, 2011, 2014) possibilities of inclusion in the perspective of Universal Design (CARLETO, GAMBIAGHI, 2007; PLETSCH et. 2021; ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2020), the possibilities of inclusion in the Universal Design for Learning approach (CAST, 2018; SEBASTIÁN-HEREDERO, 2020; ZERBATO, MENDES, 2018; SOUZA, 2019), ending with the literature review, in which we seek to understand how research with similar themes is doing. For the development of this research, a work proposal was planned that aimed, at first, to expand the students' repertoire on games with rules and later to propose the construction of games by them. During this course, the recording of the researcher's observations was used as a data collection instrument, through notes and audio, video and/or photographic images, in addition to a semi-structured interview applied at the end of the proposal to the regent teacher of the class. The analyzes were carried out taking into account four themes: a) Construction of mathematical games from the perspective of DU in the classroom; b) The approach of the DUA during the construction process of the games; c) The approach of the DUA during the use of the games; d) Mathematical learning. The analyzes of this research, based on the data produced, show that the proposals with games with rules, in particular, their construction by the students, provided the expansion of mathematical ideas, contributing to the development of their autonomy and developing them for the creation, reflection, problem solving, thus providing opportunities for their formation as a critical citizen; that the regent teacher despite using mathematical games with rules, these were never built and thought by the students; the principles of Universal Design for Learning until then were unknown and never used in the classroom. In relation to Inclusive Mathematics Education so that it can reap good results, ensuring meaningful learning, it is clear that there is still a way to go, having implications for the initial and continuing training of teachers who teach Mathematics, culminating in their qualification for the best pedagogical mediation according to the specificities of each class.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectEducação inclusivapt_BR
dc.subjectMatemática - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectJogos educativospt_BR
dc.subjectJogos em educação matematicapt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleO jogo matemático com princípios do desenho universal para aprendizagem na perspectiva da educação inclusivapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record