Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, Ernani João, 1973-pt_BR
dc.contributor.otherPessali, Huáscar Fialho, 1972-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Graduação em Ciências Econômicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-07-15T19:38:17Z
dc.date.available2022-07-15T19:38:17Z
dc.date.issued2008pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/77007
dc.descriptionOrientador: Huascar Fialho Pessalipt_BR
dc.descriptionMonografia(Graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Ciências Econômicaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo deste trabalho é analisar, sob a ótica dos custos de transação, o comércio eletrônico brasileiro (CEB) entre 2001 e 2007, com foco nas operações classificadas como B2C (business to consumer) - transações comerciais realizadas entre os consumidores finais e as empresas. Os ativos centrais da análise são os CDs (compact disc), DVDs (digital versatile disc), vídeos, livros, jornais e revistas - pelo comportamento soberano que apresentaram em listas de vendas virtuais até o ano de 2005. A Teoria dos Custos de Transação (TCT) é utilizada como referencial teórico, por abordar de forma sistêmica a racionalidade limitada, o comportamento oportunista e as incertezas dos agentes econômicos envolvidos em transações comerciais. A pesquisa teve duas etapas principais. Uma foi a busca na internet de instituições com dados estatísticos confiáveis sobre o CEB, e a outra a análise destes dados sobre o prisma da TCT. Os principais dados estatísticos avaliados sobre CEB foram: perfil sócio-econômico dos consumidores, os principais ativos comercializados e a evolução das transações - quanto ao volume de pedidos e faturamento. A partir destas informações foi possível identificar que o CEB realmente apresentou grande crescimento nos últimos sete anos, tanto no número de transações como nos faturamentos, sejam brutos ou líquidos de inflação. Além disso, também foi identificado que os ativos com baixo valor agregado deixaram de ser os produtos mais comercializados. Conclui-se, através do uso da TCT, que a alteração da cesta de produtos ocorreu pela redução das incertezas dos agentes, decorrente da redução da assimetria informacional e da maior experiência que foi adquirida pelos agentes no uso da internet. Ou seja, o mundo virtual ficou menos complexo e mais transparente.pt_BR
dc.format.extent59 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComércio eletrônico - Brasil - Brasilpt_BR
dc.subjectComercio eletronico - Custos - Custospt_BR
dc.titleComércio eletrônico brasileiro : uma análise pela ótica da teoria dos custos de transaçãopt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record