Show simple item record

dc.contributor.advisorKroetz, Maria Candida do Amaralpt_BR
dc.contributor.authorCoradin, Giovanna Tavares, 1996-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.date.accessioned2021-06-24T12:25:18Z
dc.date.available2021-06-24T12:25:18Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71190
dc.descriptionOrientadora : Profa. Dra. Maria Cândida Pires Vieira do Amaral Kroetzpt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O presente trabalho diz respeito à Cross-Cultural Mediation como Meio Adequado de Solução de Conflitos nos casos envolvendo diferenças culturais e defende a necessidade da elaboração de um método específico para a sua prática. Após uma breve análise sobre a filosofia da linguagem e a interferência da cultura na comunicação, bem como sobre o papel da globalização na aproximação das culturas distintas, passa-se ao estudo da interferência da cultura particular da parte na mediação e negociação. Para tanto, elencaram-se os principais tipos de diferenças culturais encontradas entre os povos e a maneira pela qual elas podem interferir na mediação de conflitos. Com tais características em mente e verificando a ausência de um modelo de mediação que leve em consideração elementos culturais, propõe-se a utilização do método de cross-cultural mediation sugerido por Laura N. Mahan e Joshua M. Mahuna como ferramenta para fomentar o diálogo entre as partes de culturas distintas e permitir a transformação do conflito. Trata-se de um modelo pelo qual as partes confrontam narrativas a fim de melhor compreenderem a contraparte. A partir da empatia desenvolvida, buscam uma solução cooperativa para seu conflito, visando a manutenção e equilíbrio da relação futura entre elaspt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present work refers to Cross-Cultural Mediation as an Alternative Dispute Resolution Method for conflicts concerning cultural differences, and defends the need to develop a specific method for its practice. After a brief analysis on the philosophy of language and the interference of culture in communication, as well as on globalization’s role in bringing different cultures closer together, we move on to the study of the interference of one party's particular culture in mediation and negotiation. To this end, were listed the main cultural differences found between peoples and the way in which they can interfere in conflict mediation. With such characteristics in mind and verifying the absence of a mediation model that contemplates cultural elements, it is proposed the use of the cross-cultural mediation method suggested by Laura N. Mahan and Joshua M. Mahuna as a tool to foster dialogue between parties of different cultures and allow the conflict’s transformation. Through this model the parties confront narratives to better understand the counterpart. Based on the developed empathy, they seek a cooperative solution to their conflict, aiming at maintaining and balancing the future relationship between them.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (70 p.) : il., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMediação (Direito)pt_BR
dc.subjectConflito - Administraçãopt_BR
dc.subjectConflito culturalpt_BR
dc.subjectNegociaçãopt_BR
dc.titleCross-cultural mediation : as diferenças culturais na mediação de conflitos e a necessidade de um método que as contemplept_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record