Show simple item record

dc.contributor.advisorVieira, Carlos Eduardo, 1963-pt_BR
dc.contributor.authorBueno, Alexandra Padilha, 1981-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2021-06-24T14:45:03Z
dc.date.available2021-06-24T14:45:03Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71103
dc.descriptionOrientador: Dr. Carlos Eduardo Vieirapt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 29/03/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho analisa os projetos formativos para a emancipação feminina em pauta nos debates ocorridos no início do século XX, mais especificamente, entre 1910 e 1940, período cuja conjuntura ensejou o nascimento das primeiras iniciativas de associativismo feminino/feminista no Brasil. Busca-se aqui, por meio da biografia coletiva de sete intelectuais que representaram diferentes grupos a frente de associações femininas e feministas, compreender as disputas em torno da Pedagogia Feminista e suas atuações em três grupos distintos: o Partido Republicano Feminino (PRF - 1909), a Liga Brasileira para Emancipação Intelectual da Mulher (LEIM - 1919) e a Federação Brasileira pelo Progresso Feminino (FBPF - 1922). A pesquisa examina uma base documental ampla e heterogênea, distribuída em diferentes acervos, e que é composta por: atas, teses, relatórios e pareceres, fotografias e correspondências trocadas entre as associações, suas sócias e associadas, autoridades e associações internacionais, artigos da imprensa periódica fluminense, boletins da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino que circularam entre os anos de 1934 e 1936 e livros biográficos e de autoria das intelectuais estudadas. Do ponto de vista teórico, a análise se centrou na categorização de intelectuais elaborada por Carlos Eduardo Vieira, no conceito de formação cultural de Gramsci, redes de sociabilidade de Sirinelli e nas contribuições de Pierre Bourdieu com os conceitos de trajetória, campo e capital. Para compreender como os projetos foram forjados e as maneiras pelas quais se tornaram hegemônicos no período histórico marcado como baliza temporal desta tese, esse trabalho utilizou a prosopografia que permitiu a organização do estudo das trajetórias de mulheres que fizeram parte dessas iniciativas, são elas: Leolinda Daltro (1856-1935), Maria Lacerda de Moura (1887-1945), Bertha Maria Júlia Lutz (1894-1976), Stella Guerra Duval (1879-1971), Jeronyma de Mesquita (1880-1972), Carmem Portinho (1903-2001) e Orminda Ribeiro Bastos (1899-1971). Ao longo do trabalho buscou-se demonstrar que a pedagogia feminista se estruturou a partir da ideia apregoada por essas mulheres de emancipação feminina. Destacou-se a participação de cada uma delas na construção dos sentidos atribuídos a essa emancipação e as formas de participação das mulheres nos diferentes campos de atuação na cena pública. Palavras-chave: Feminismo; Educação feminina; Projeto formativo; Emancipação feminina; História da Educação.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present work analyzes the formative projects for feminine emancipation in the debates in the early twentieth century, more specifically between 1910 and 1940, a period whose conjuncture led to the birth of the first initiatives of feminist / feminist associativism in Brazil. Through the collective biography of seven intellectuals representing different groups at the forefront of feminist and feminist associations, one can understand the disputes surrounding Feminist Pedagogy and its actions in three distinct groups: the Partido Republicano Feminino (Republican Female Party) (PRF-1909) , the Liga Brasileira para Emancipaçao Intelectual da Mulher (Brazilian League for the Emancipation of Women) (LEIM - 1919) and the Federaçao Brasileira pelo Progresso Feminino (Brazilian Federation for Women 's Progress) (FBPF - 1922). The research examines a broad and heterogeneous documentary base, distributed in different collections, which is composed of: minutes, theses, reports and opinions, photographs and correspondence exchanged between associations, their members and associates, authorities and international associations, press articles periodicals in Rio de Janeiro, the Bulletins of the Brazilian Federation for Women's Progress that circulated between the years 1934 and 1936 and biographical books and authorship of the studied intellectuals. From the theoretical point of view, the analysis focused on the categorization of intellectuals elaborated by Carlos Eduardo Vieira, on the concept of cultural formation of Gramsci, networks of sociability of Sirinelli and on the contributions of Pierre Bourdieu with the concepts of trajectory, field and capital. To understand how the projects were forged and the ways in which they became hegemonic in the historical period marked as a temporal beacon of this thesis, this work used the prosopography that allowed the organization of the study of the trajectories of women who were part of these initiatives, they are: Leolinda Daltro (1856-1935), Maria Lacerda de Moura (1887-1945), Bertha Maria Júlia Lutz (1894-1976), Stella Guerra Duval (1879-1971), Jeronyma de Mesquita (1880-1972), Carmem Portinho (1903-2001) e Orminda Ribeiro Bastos (1899-1971). The participation of each one of them in the construction of the meanings attributed to this emancipation and the forms of participation of the women in the different fields of action in the public scene were emphasized. Keywords: Feminism; Women's education; Formative project; Female Emancipation; History of Education.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação - Brasil - Históriapt_BR
dc.subjectEducação femininapt_BR
dc.subjectDireito da mulherpt_BR
dc.subjectFeminismo - Brasilpt_BR
dc.subjectMulheres intelectuaispt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleIntelectuais brasileiras e seus projetos formativos para a emancipação da mulher : a pedagogia feminista em disputa (1910-1940)pt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record