Show simple item record

dc.contributor.authorCrema, Everton Carlospt_BR
dc.contributor.otherSchmidt, Maria Auxiliadora M. S. (Maria Auxiliadora Moreira dos Santos), 1948-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2019-05-28T18:34:21Z
dc.date.available2019-05-28T18:34:21Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/60344
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Maria Auxiliadora Moreira dos Santos Schmidtpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 29/03/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.213-220pt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho caminha em direção às discussões sobre o campo curricular, ultrapassando abordagens essencialmente técnicas, burocráticas e de conteúdo do currículo. A direção empreendida vai ao encontro das formas de organização do conhecimento escolar, das metodologias e didáticas do ensino da História, tendo em vista a influência da relação da produção e reprodução da cultura escolar e cultura histórica. A análise e desenvolvimento das políticas educacionais brasileiras, contextualizadas no final dos anos 1980, desenvolveram propostas curriculares inovadoras e democratizantes, revigorando propositivamente a educação nacional. Entretanto, sem conseguir superar a descontinuidade, desinvestimento e elitização históricas das políticas educacionais (SAVIANI, 2008). Parte desse processo resultou em uma significativa sucessão e sobreposição curricular, em especial, analisada nos contextos educacionais paranaenses, a partir da elaboração das Diretrizes Curriculares de História do Paraná (2004) em alternativa crítica aos Parâmetros Curriculares Nacionais (1997), em seu conteúdo. Metodologicamente, a pesquisa desenvolvida adotou a utilização de questionários e entrevistas junto aos professores, segundo Lessard-Hébert, Goyette e Boutin (1990); ao mesmo tempo, as pesquisas e as teorias do campo educacional e da História sustentam as reflexões e perspectivas propostas. Em consequência, parte dos professores adotaram práticas e metodologias de ensino mais pragmáticas e de caráter autoral, sendo que a produção do conhecimento escolar está fortemente imbricada às biografias profissionais docentes (GOODSON, 2008; TARDIF, 2014). Como resultado, constatou-se a utilização de estratégias 'estéticas' nas didáticas de ensino, o que chamamos de 'produção estética da aula', constituindo-se em um sistema metodológico de integração de conteúdos disciplinares, materiais, linguagens, conhecimentos, fontes e os contextos da vida prática em suas carências de orientação, que bem reproduzem, em equivalência, a matriz disciplinar da História (RÜSEN, 2010, 2015). Buscando compreender os processos de elaboração estética em termos conscientes, apropriamo-nos do conceito de 'consciência possível' (GOLDMANN, 1972; 1973), dentro dos limites cognoscentes individuais, como também dos resultados políticos hegemônicos da produção do conhecimento escolar. Em suas aulas, nossos professores desenvolvem os elementos e fatores da produção do conhecimento histórico e as dimensões da cultura histórica, em observância aos modelos científicos e antropológicos, integrando a consciência histórica ao ensino de História, através da didática da História. (RÜSEN, 2010, 2015) Nesse sentido, pesquisar metodologias e didáticas de ensino da História permitiu uma reflexão continuada sobre os processos de ensino-aprendizagem e a compreensão da formação do pensamento histórico escolar. Palavras-chave: Currículo. Consciência histórica. Produção estética da aula.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This work goes towards discussions about the curricular field, beyond approaches that are essentially technical, bureaucratic, and about curricular content. The direction taken meets the ways of organizing school knowledge, methodologies and didactics in History teaching which recognize the influence of the relationship between production and reproduction of school culture and historical culture. The analysis and the development of Brazilian educational policies, in the context of the final years of the 1980s, forwarded innovative and democratizing curricular proposals, which appointed positive and invigorating solutions for national education. These were not able, however, to overcome the historical discontinuity, privation and elitization of educational policies (SAVIANI, 2008). Part of this process resulted in a significant curricular succession and overlapping, specially analized in educational contexts of the State of Paraná, when the Curricular Guidelines for the Teaching of History (2004) were developed, as a critical alternative for the National Curricular Framework (1997), in its content. Methodologically, this research adopted the use of questionnaires and interviews with teachers, based on Lessard-Hébert, Goyette and Boutin (1990); at the same time, the research and theories of the educational field and of History support the proposed reflections and viewpoints. As a consequence, some teachers have adopted teaching practices and methodologies that are more practical, as well as an authorial stance, the production of school knowledge being strongly attached to the teachers' professional biographies (GOODSON, 2008; TARDIF, 2014). As a result, we noticed the use of "esthetic" strategies in teaching didactics, called "esthetic class production", which constitutes a methodological system integrating disciplinary syllabuses, materials, language, knowledge, sources, and the contexts of practical life in their lack of orientation; this reflects well, in equivalence, the History syllabus (RÜSEN, 2010; 2015). In order to understand the processes of conscious esthetic elaboration, we chose to use the concept of "possible conscience" (GOLDMANN, 1972; 1973), within individual cognizant limitations, as well as the politically hegemonic results of school knowledge production. In their classes, the teachers in this study developed the elements and factors of the production of historical knowledge and the dimensions of historical culture, in observance to scientific and anthropological models, thus integrating historical conscience to History teaching, by means of history didactics (RÜSEN, 2010; 2015). In this sense, the research of History teaching methodologies and didactics would allow a continuous reflection about the teaching and learning processes, as well as the understanding of how historical school thought is formed. Key-words: Curriculum. Historical conscience. Esthetic class production.pt_BR
dc.format.extent220 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectHistoria - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectHistória - Curriculospt_BR
dc.subjectHistoria - Didaticapt_BR
dc.titleCurrículo, cultura histórica e cultura escolar na construção estética da aulapt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record