Show simple item record

dc.contributor.authorSeefeld, Rodrigopt_BR
dc.contributor.otherRese, Natália, 1982-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administraçãopt_BR
dc.date.accessioned2019-04-02T20:49:45Z
dc.date.available2019-04-02T20:49:45Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59690
dc.descriptionOrientadora: Natália Resept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais e Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa : Curitiba, 27/02/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 140-157pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Estratégia e Organizaçõespt_BR
dc.description.abstractResumo: Escândalos corporativos trazem à tona práticas de má conduta, evidenciando ações praticadas tanto por indivíduos quanto por organizações (PALMER, 2012). A má conduta é um amplo tema de estudos, porém não apresenta uma definição única. Face a sua pluralidade (GREVE; PALMER, BOZNER, 2010), o conceito utilizado nesta pesquisa será o do wrongdoing organizacional (PALMER, 2012). Para esse conceito, há duas perspectivas: uma anormal e outra normal, nas quais se inserem comportamentos dentro de um dado contexto social. A mídia, diante disso, figura como uma agente de controle social e um agente de tradução, negociando informações acerca dos escândalos corporativos (CLEMENTE; DURAND; PORAC, 2016), a partir de suas narrativas (CZARNIAWSKA, 1997). Face a esse contexto, o objetivo da pesquisa é analisar como a mídia, a partir de suas narrativas, traduz o papel dos envolvidos em um caso de wrongdoing organizacional, representado pela Operação Lava Jato. Justifica-se a pesquisa pela compreensão da mídia como agente de controle social, atuando no julgamento e estruturação dos escândalos corporativos e na tradução dos seus envolvidos, a partir das narrativas emitidas. Muitos estudos no campo do wrongdoing privilegiam o nível micro, mas poucas o meso e macro. Nesse sentido, entender como o contexto macro direciona e leva a resultados de wrongdoing é uma premissa para a realização desta pesquisa. Outrossim, esta pesquisa contribui para o entendimento da influência do contexto para a dinâmica organizacional e das práticas que resultam em wrongdoing, assim como a posição da mídia neste processo. Tem-se, ainda, a compreensão das narrativas para a negociação dos sentidos dentro do processo de tradução. A finalidade prática está associada ao uso da mídia e das narrativas para a negociação e ressignificação de eventos do cotidiano. A pesquisa assume uma abordagem qualitativa e é caracterizada pela causalidade para a investigação dos fenômenos. Quanto à temporalidade, a pesquisa é transversal com aproximação longitudinal, correspondendo o período de 17 de março de 2014 à 30 de novembro de 2018. A estratégia utilizada foi a pesquisa narrativa. Foram utilizados para a coleta de dados, dados considerados secundários a partir do conteúdo on-line das Revistas Carta Capital, Veja e Exame. A coleta nesses veículos se deu pela escolha das menções da Operação Lava Jato e/ou aos seus possíveis envolvidos nas capas destes veículos, dado o alcance e a visibilidade das mesmas. Realizou-se, a partir dos dados coletados, três etapas de apreensão, sendo analisados 218 edições e 3556 páginas. A análise de dados debruçou-se na proposta de Shuman (2012) baseando-se em seis pontos para análise das narrativas. Para validar e dar credibilidade ao percurso metodológico, utilizou-se os critérios de trustworthiness idealizados por Lincoln e Guba (1985), a saber: credibilidade, transferabildiade, dependabilidade e confirmabildiade. Em relação à análise dos dados da pesquisa para cada uma das três revistas, descreveu a Operação Lava Jato e os seus envolvidos; caracterizou-se o seu papel; apontou-se o foco da políticas editorial e analisaram-se as narrativas emergentes. Ao todo foram identificadas quatro narrativas, duas para a Revista Carta Capital, uma a Revista Veja e uma para a Exame. Como resultado, identificou-se que o sentido negociado pelos veículos midiáticos está relacionado à responsabilidade dos envolvidos frente a seus papeis no esquema investigado pela Operação Lava Jato. Palavras-chave: Operação Lava Jato. Wrongdoing. Mídia. Tradução. Narrativas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Corporate scandals expose practices of misconduct, evidencing actions by both individuals and organizations (PALMER, 2012). Misconduct is a great topic of study, not having a single definition. The concept used in this research will be the organizational wrongdoing (PALMER, 2012. For this concept, there are two perspectives: one abnormal and one normal, in which behaviors are inserted within a given social context. The media, face to it, figures as an agent of social control and an agent of translation, negotiating information about corporate scandals CLEMENTE; DURAND; PORAC, 2016), from its narratives (CZARNIAWSKA, 1997). In this context, the objective of the research is to analyze how the media, from their narratives, translates the role of those involved in a case of organizational wrongdoing, represented by Operação Lava Jato. It justifies a search for the understanding of the media as an agent of social control, acting and structuring the corporate scandals and in its own application, from the narratives issued. Many studies on the field do a priori the micro level, but the meso and macro. In this sense, the sense as a macro context directs and leads to the wrong results is a premise for an accomplishment of this research. Also, this research is incute to the understanding of the influence of the context of the organizational and the practice that results in wrongdoing, such as to the state of the process this. It also has an understanding of the narratives for a negotiation of the senses within the translation process. The practical indication is related to the use of media and the narratives for a negotiation and resignification of everyday events. The research takes a qualitative approach and is characterized by causality for a research of phenomena. As for temporality, the research is transversal with a longitudinal approximation, corresponding to the period from March 17, 2014 to November 30, 2018. The strategy used was narrative research. Data were considered secondary data from the online content of Carta Capital, Veja and Exame magazines. The collection in these vehicles was due to the choice of the references of Operação Lava Jato and / or to their possible involved in the covers of these vehicles, given their reach and their visibility. Three stages of seizure were analyzed, being analyzed 218 issues and 3556 pages. The data analysis was based on Shuman's proposal (2012) based on six points for narrative analysis. In order to validate and give credibility to the methodological path, the trustworthiness criteria proposed by Lincoln and Guba (1985) were used: credibility, transferability, dependability and confirmability. The limitations of the research encompassed the use of news only magazine's cover; to the collected period, that is, only data were collected from the outbreak of the operation, not before; and, finally, the interpretations and perceptions of the researcher himself. Regarding the analysis of the research data for each of the three journals, he described Operação Lava Jato and its stakeholders; their role was characterized; the focus of the editorial policies was analyzed and the emergent narratives were analyzed. In all, four narratives were identified, two for Carta Capital, one for Veja and one for Exame magazine. As a result, it was identified that the meaning negotiated by media vehicles is related to the responsibility of those involved in their roles in the scheme investigated by Operation Lava Jato. Keywords: Operação Lava Jato. Wrongdoing. Media. Translation. Narratives.pt_BR
dc.format.extent157 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMídiapt_BR
dc.subjectAdministraçãopt_BR
dc.subjectTraduçaopt_BR
dc.subjectNarrativapt_BR
dc.title"Para bom entendedor, meia palavra basta!?" : Um estudo sobre as narrativas produzidas por agentes de mídia na tradução do papel dos envolvidos na Operação Lava Jatopt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record