Show simple item record

dc.contributor.authorMedina, Giovanna Beatriz Kalva, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherGuimarães, Sandra Regina Kirchnerpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2018-11-19T13:38:56Z
dc.date.available2018-11-19T13:38:56Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57938
dc.descriptionOrientadora: Prof.ª Dra. Sandra Regina Kirchner Guimarãespt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 23/03/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.202-221pt_BR
dc.description.abstractResumo: Considerando a dislexia um transtorno de aprendizagem com múltiplos deficits, a presente pesquisa objetivou analisar os efeitos de uma intervenção que combinou estimulação de funções executivas, ensino de estratégias metacognitivas, consciência fonêmica e leitura sobre o desempenho em leitura de estudantes com dislexia do desenvolvimento. Participaram do estudo estudantes que frequentam escolas públicas do município de Curitiba: 14 alunos com dislexia do desenvolvimento, 14 estudantes com a mesma idade cronológica dos disléxicos (GCI) e 9 estudantes mais jovens (GCL). No pré-teste foram aplicadas tarefas de consciência fonêmica, leitura de palavras, compreensão leitora de sentenças e pequenos textos e funções executivas. Na intervenção um grupo de sete alunos com dislexia foi designado para ser o grupo experimental (GE) e os outros sete constituíram o grupo controle com dislexia (GCD). A intervenção constituiu-se de 29 sessões, por um período de 7 meses, sendo realizada uma sessão por semana. Nas sessões de intervenção foram realizadas atividades para o desenvolvimento das funções executivas e da consciência fonêmica, além da estimulação do uso de estratégias metacognitivas. No pós-teste, os grupos foram reavaliados nas mesmas tarefas realizadas no pré-teste e também em uma tarefa que avaliou o uso de estratégias metacognitivas. Os resultados do pré-teste apontaram que o GD apresentou defasagem nas tarefas de leitura de palavras, compreensão leitora e consciência fonêmica em comparação ao GCL e GCI. Na avaliação das funções executivas houve defasagem do GD em comparação ao GCI nas avaliações de flexibilidade cognitiva, memória de trabalho, controle inibitório e fluência verbal ortográfica. Em comparação ao GCL, o GD teve desempenho superior em atenção seletiva, e equivalente nas demais funções executivas. Ainda em relação aos dados obtidos no pré-teste, as análises de correlação - realizadas a partir dos dados de desempenho de todos os participantes - mostraram que os resultados das avaliações em consciência fonêmica, leitura de palavras e compreensão leitora estão significativamente relacionados com flexibilidade cognitiva, memória de trabalho, controle inibitório e fluência verbal ortográfica. Após a intervenção, não foram encontradas diferenças significativas do desempenho do GE em comparação ao GCL nas avaliações de leitura (reconhecimento e compreensão), apenas de consciência fonêmica em favor ao GCL, e nem em comparação com o GCI na avaliação da leitura de palavras (frequentes, não-frequentes e pseudopalavras); no entanto, ainda permanecem diferenças no desempenho em consciência fonêmica e compreensão leitora. A comparação do desempenho dos dois grupos de disléxicos (GE e GCD) mostrou que o GE apresentou desempenho em consciência fonêmica e leitura de palavras isoladas significativamente superior ao desempenho do GCD. Após a intervenção, não foi encontrada diferença significativa no desempenho dos quatro grupos (GE, GCD, GCL, GCI) na maioria das funções executivas, com exceção do controle inibitório/atenção seletiva onde o GE teve desempenho superior ao GCL. No que se refere ao uso de estratégias metacognitivas, não houve diferença estatisticamente significativa entre o desempenho dos grupos GD, GCD e GCI, no entanto verificou-se diferença de desempenho significativa entre o GE e o GCL, em favor dos disléxicos do GE. A comparação do desempenho em leitura intragrupo, mostrou que o GE obteve um significativo aumento de desempenho em consciência fonêmica, leitura de palavras e compreensão de sentenças e pequenos textos após a intervenção. Além disso, no que se refere às funções executivas verificou-se significativo aumento de desempenho em controle inibitório e fluência verbal ortográfica, embora não se tenha encontrado diferenças significativas entre o pré e o pós-teste nas avaliações de flexibilidade cognitiva e memória de trabalho. Destaca-se que a comparação intragrupo do GCD não mostrou diferença significativa na leitura de palavras frequentes, não frequentes e pseudopalavras, compreensão de pequenos textos e na maioria das funções executivas. Além disso, ao analisar as diferenças entre os dois grupos de disléxicos (GE e GDC) no pósteste, verifica-se uma diferença de desempenho em leitura de palavras em favor do GE. Estes resultados permitem concluir que a intervenção implementada junto aos disléxicos (GE) não produziu um aumento de desempenho significativo em todas as funções executivas trabalhadas, mas que a intervenção foi eficiente em termos de promover a leitura de palavras isoladas e compreensão de sentenças e pequenos textos. Palavras-chave: Dislexia. Funções executivas. Leitura. Intervenção.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In consideration of the fact that dyslexia is a multiple deficit learning disorder, the presente study has the objective to analise the effects of an intervention that combined the stimulation of executive functions, teaching of metacognitive, phonemic strategies and reading on the performance in reading of the students with developmental dyslexia. Participated the study, students from public municipal schools of Curitiba: 14 students with development dyslexia, 14 students with the same chronological age of the dyslexics (GCI) and the nine youngest students (GCL). In the pre-test phonemic awareness tasks were applied, reading words, reading comprehension of sentences and small texts, and executive functions. In the intervention, a group of seven students with dyslexia was designed to be the experimental group (GE) and the other seven constituted the control group with dyslexia (GCD). The intervention constituted of 28 sessions, for a period of seven months, with one session per week. In the intervention sessions, activities were performed for the development of the executive functions and the phonemic awareness, beyond the stimulation of the metacognitive strategies. In the post-test, the groups were revaluated in the same tasks performed in the pre-test and also in a task which evaluated the use of metacognitive strategies. The results of the pre-test point out that the GD presents a gap in the tasks of word reading, reading comprehension and phonemic awareness in comparison with GCL and GCI. In the evaluation of the executive functions there was a gap of GD in comparison to the GCI. In the evaluation of the executive functions there was a gap in the GD in comparison to the GCI in the evaluations of the cognitive flexibility, working memory, inhibitory control and spelling verbal fluency. In comparison to the GCL, the GD performed better in selective attention, the equivalent in the rest of the executive functions. Still in relation to the information obtained in the pre-tests, the analyses of correlation - carried out from the information on the performance of all the participants - they showed that the results of the evaluations in phonemic awareness, word Reading and Reading comprehension are significantly related with cognitive flexibility, working memory, inhibitory control and spelling verbal fluency. After the intervention, no significant differences were found of the GE's performance in comparison to the GCL in the Reading evaluations (recognition and comprehension), only of the phonemic awareness in favor of the GCL, and not in comparison with the GCI in the evaluation of the word Reading (frequent, nonfrequent and pseudowords), however, there are still differences in the performance of phonemic awareness and Reading comprehension. The comparison of the performance of the two groups of dyslexics (GE and GCD) showed that the GE presents significantly higher performance than the GCD in phonemic awareness and the isolated word reading. After the intervention, no significant difference was found in the performance of the four other groups (GE, GCD, GCL, GCI) in the majority of the executive functions, with the exception of the inhibitory control/selective attention where the GE had a higher performance to the GCL. About the use of the metacognitive strategies, no significant statistical difference was found between the performance of GD, GCD e GCI groups, none the less there turned out to be a significant performance between the GE and the GCL, in favor of the dyslexics of the GE. The comparison of intragroup reading performance showed that the GE obtained a significant increase of performance in phonemic awareness, word reading and sentence comprehension and the small texts after the intervention. In addition, about to executive functions, there was a significant increase in performance in inhibitory control and in spelling verbal fluency, they haven't yet found significant differences between the pre and posttest in the evaluations of cognitive flexibility and working memory. It should be noted that the GCD intra-group comparison showed no significant difference in reading of frequent, non-frequent words and pseudowords, comprehension of small texts and in most executive functions. In addition, when analyzing the differences between the two groups of dyslexics (GE and GDC) in the post-test, there is a difference in reading performance in favor of GE. These results allow us to conclude that the intervention implemented with the dyslexics (GE) did not produce a significant performance increase in all the executive functions worked, but that the intervention was efficient in terms of promoting the reading of isolated words and comprehension of sentences and small texts. Key-words: Dyslexia. Executive functions. Reading. Intervention.pt_BR
dc.format.extent228 p. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDislexiapt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectLeiturapt_BR
dc.titleAperfeiçoamento da leitura em estudantes com dislexia do desenvolvimento com o método fônico associado à estimulação das funções executivas e estratégias metacognitivaspt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record