Show simple item record

dc.contributor.authorSousa, Luna Rezende Machado dept_BR
dc.contributor.otherCardoso, Paloma Sodrépt_BR
dc.contributor.otherWolff, Lillian Daisy Gonçalvespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão da Saúdept_BR
dc.date.accessioned2018-09-19T18:34:39Z
dc.date.available2018-09-19T18:34:39Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57387
dc.descriptionOrientador : Lillian Daisy Gonçalves Wolffpt_BR
dc.descriptionCoorientador: Paloma Sodré Cardosopt_BR
dc.descriptionProjeto Técnico (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão Saúdept_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: As práticas alimentares têm estreita relação com o atual quadro de morbimortalidade brasileiro. Por conseguinte, a oferta da assistência nutricional em todos os níveis de atenção do Sistema Único de Saúde (SUS) é requisito fundamental na efetivação do cuidado à saúde integral e equânime, como pregam seus princípios. O objetivo deste trabalho foi propor um modelo organizacional-funcional para atuação do nutricionista no SUS, no âmbito do município de Pinhais/PR, em prol da efetividade do seu processo de trabalho na assistência à saúde. Para tal, procedeu-se com a pesquisa do quadro de inserção e atuação deste profissional nos diferentes níveis de atenção do SUS no município, por meio da apreciação de informações cedidas pela Secretaria Municipal de Saúde e disponíveis nos sistemas de informação de acesso público. E então, com a análise crítica-reflexiva do quadro atual, em relação aos modelos preconizados pela Política Nacional de Alimentação e Nutrição, Conselho Federal de Nutricionistas e portarias regulamentadoras dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF). A proposta baseou-se nas diretrizes do planejamento estratégico, contando com a participação das nutricionistas da SMS na sua formulação, e intenta servir de direção para a elaboração de um plano de ação pelos profissionais e gestores do serviço. Recentemente, Pinhais avançou na estruturação da assistência nutricional em sua rede pública de assistência à saúde, com a implantação do NASF modalidade 2, que conta com a presença de uma nutricionista, e está vinculado à quatro equipes de saúde da família. Foi então sugerido, nesta proposta, o fortalecimento do cuidado nutricional na atenção básica e da gestão das ações de alimentação e nutrição no município. Por meio do aumento, em médio prazo, do número de equipes de NASF 2, contempladas por nutricionistas, para matriciar as atuais dezenove equipes de saúde da família. E a contratação em curto prazo, devido ao seu acúmulo de demandas com relevante impacto financeiro para a gestão municipal, de mais uma nutricionista para o Núcleo Técnico de Nutrição. Ficou evidente, no decorrer deste trabalho, a importância de se contemplar diversas fontes legítimas de informação, como sistemas públicos de informação, registros e relatos internos do serviço, para melhor descrever a situação em análise e pautar o planejamento para sua melhoria.pt_BR
dc.format.extent43 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.relationDisponível em formato digital.pt_BR
dc.subjectSistema Único de Saúde (Brasil)pt_BR
dc.subjectNutriçao - Pinhais (PR)pt_BR
dc.titleAtuação do nutricionista no SUS : proposta de um modelo organizacional-funcional para Pinhais/PRpt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record