Show simple item record

dc.contributor.advisorSchmidt, Maria Auxiliadora M. S. (Maria Auxiliadora Moreira dos Santos), 1948-pt_BR
dc.contributor.authorOliveira, Thiago Augusto Divardim dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2022-08-03T17:51:40Z
dc.date.available2022-08-03T17:51:40Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/48066
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª. Maria Auxiliadora Moreira dos Santos Schmidtpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 15/03/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 407-426pt_BR
dc.description.abstractResumo: Essa pesquisa se insere no campo da Didática da História, discutida no âmbito da teoria e filosofia dessa ciência. Mais especificamente as preocupações com o ensino e a aprendizagem da História, e com o conceito Formação Histórica (Bildung), no campo da Educação Histórica na perspectiva da práxis. A problemática está relacionada às possibilidades de uma relação ensino e aprendizagem perspectivada pela práxis. O objetivo, portanto, foi investigar as contribuições dessa proposta centrada na práxis para as teorias da aprendizagem e para o processo de constituição da aprendizagem histórica na escola, bem como perceber este processo no Ensino Médio do IFPR (Campus Curitiba), considerando sua natureza e condições estruturais objetivas. Para atingir os objetivos propostos foram realizadas três frentes de investigação: a primeira, com os documentos oficiais que regulamentam e fornecem orientações para a existência formal da disciplina História no Ensino Médio no Brasil; nessa etapa o encaminhamento metodológico utilizado foi "decifrar textos para compreender a política" (SHIROMA, E. O.; CAMPOS, R. F. ; GARCIA, R. M. C, 2005) no trabalho com os documentos oficiais. A segunda parte, contou com investigações na escola, com alunos e alunas, e com professores do Ensino Médio na disciplina de História, utilizando a metodologia da pesquisaação em um estudo individual, e da pesquisa colaborativa (IBIAPINA, 2008) em um desdobramento coletivo. A terceira etapa foi a realização de um inventário (GRAMSCI, 1984) relacionado as teorias e Filosofias da História que mais influenciaram grupos que discutem Didática da História em diferentes países (Portugal, Inglaterra e Alemanha) como grupos que influenciaram e influenciam a discussão no Brasil. Uma quarta etapa da pesquisa proporciona uma síntese das três frentes anteriores. O referencial da pesquisa está centrado na teoria e filosofia da História de Jörn Rüsen (2001, 2007, 2009, 2010, 2012, 2015, 2016), assim como no campo da Educação Histórica, baseado em Maria Auxiliadora Schmidt (2009, 2011, 2012). A interpretação da contribuição rüseniana segue a tradição crítica desenvolvida por Schmidt (2006, 2011) que possibilita diálogos com autores do campo do materialismo histórico dialético. Os resultados apontaram a possibilidade do referencial da práxis para as relações de ensino e aprendizagem histórica em determinadas condições materiais de trabalho, assim como evidenciaram a possibilidade de contraposição a pedagogia das competências e suas incorporações no campo da educação histórica. Os resultados, portanto, valorizam os processos de formação perceptíveis de acordo com as enunciações das consciências históricas dos alunos e alunas, e, ao mesmo tempo, reconhece limites e possibilidades das teorias, as potencialidades do trabalho possível na práxis das salas de aula, assim como a fragilidade das condições objetivas da aprendizagem histórica na educação escolar em relação às políticas da educação. Palavras-chave: Didática da História, Práxis, Consciência Histórica e Cultura Histórica.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This research is inserted in the field of the Didactic of History, discussed in the context of the theory and philosophy of the historical science. Specifically, the preocupations with teaching and learning History and about the concept of Historical Formation (Bildung), in the Historical Education field, based on a praxis perspective. The research problem is related to the possibilities of building the teaching and learning relation constructed from the praxis. The research object was to investigate the contributions that the proposal focused on the praxis brought to the learning theories and the historical learning process in the school. The idea was to study how this process happened among the high school students from Instituto Federal do Paraná - IFPR (Campus Curitiba), considering the objective structural conditions. In order to achieve these objectives a specific investigation proposal was made: the first part of the research was concentrated in official documents that regulates and provides orientations for the formal existence of History in the Brazilian High School; at this stage the methodological procedure used was "to decode the texts to understand the politics" SHIROMA, E. O.; CAMPOS, R. F. ; GARCIA, R. M. C, 2005). In a second moment of the investigation process, there was investigations in the school, with High School students and History teachers, using an active research methodology in an individual study, and the collaborative research method (IBIAPINA, 2008) in the collective outspread. The third part of the investigation was the elaboration of an inventory (GRAMSCI, 1984) relating the theories and Philosophies of History that were more influential in discussion groups about Didactic of History in different countries (Portugal, England and Germany), groups that are still influencing the debates in Brazil. The fourth moment of the research provides a synthesis of the previous investigation moments. The research theoretical framework is concentrate in the theory and History philosophy developed by Jörn Rüsen (2001, 2007, 2009, 2010, 2012, 2015, 2016) and in the Historical Education field, based on the work of Maria Auxiliadora Schmidt (2009, 2011, 2012). The interpretation of Rüsen's contribution follows the critic tradition developed by Schmidt (2006, 2011) that creates dialogue possibilities with authors from the Dialectical Historical Materialism study field. The results indicated the possibility of using the praxis referential in teaching and learning History in specific material work conditions. It also shows the possibility of contraposition to the the Pedagogy of Competence and its incorporations in the historical education field. Therefore, the results valorize the formation perceptible processes according to the enunciations of the student's historical consciousness and, at the same time, it recognizes the limits and possibilities of the theories, the potentialities of the work that is possible to develop in the school praxis and the fragility of the objective conditions of historical learning in the school education in relation to the educational politics. Key words: Didactic of History, Praxis, Historical Consciousness and Historical Culture.pt_BR
dc.format.extent444 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectEducação - Estudo e ensino (Ensino médio)pt_BR
dc.subjectDidática - Históriapt_BR
dc.titleA formação histórica (bildung) como princípio da didática da história no ensino médio : teoria e práxispt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record