Show simple item record

dc.contributor.advisorSá, Priscilla Plachapt_BR
dc.contributor.authorGomes, Thais Candido Stutzpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.date.accessioned2017-04-11T21:01:28Z
dc.date.available2017-04-11T21:01:28Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/45988
dc.descriptionOrientador: Priscilla Placha Sá.pt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho propõe uma reflexão que parte do observar como se deram os discursos misóginos que historicamente conformaram um suposto "lugar da mulher" na sociedade. A partir deste olhar, o objetivo é evidenciar e discutir sobre a forma através da qual estes discursos se fazem tão presentes ainda nos dias atuais, exercendo constante disciplinamento da vida das mulheres através, principalmente, da opressão voltada ao corpo e, assim, olhar para o sistema carcerário feminino. Este olhar será pautado na concepção de que a forma como o sistema de justiça criminal trata as mulheres que vem à ser suas clientes é carregada dos valores e preconceitos inerentes à cultura androcêntrica e opressora que vivemos na vida "livre", reproduzindo estas violêcias quotidianas de forma especialmente emblemática por conta da inevitável hostilidade do universo prisional, feito por homens e pensado para homenspt_BR
dc.format.extent75 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMulherespt_BR
dc.subjectPrisõespt_BR
dc.titleAprisionamento(s) de mulheres : a domesticação dos corpos no sistema prisional femininopt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record