Show simple item record

dc.contributor.authorKuabara, Flávia Harumi Souzapt_BR
dc.contributor.otherRese, Natália, 1982-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administraçãopt_BR
dc.date.accessioned2015-06-30T21:52:26Z
dc.date.available2015-06-30T21:52:26Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38181
dc.descriptionOrientadora : Profª. Drª. Natália Resept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 20/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 158-163pt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho aborda as práticas sociais no contexto do empreendedorismo social buscando compreender o processo de tradução da estratégia organizacional por meio das categorias de práticas administrativas, episódicas e discursivas, entendendo que estas são parte das atividades estratégicas. Sendo assim, as categorias de práticas fazem parte da tradução da estratégia em um processo que compreende tanto o sensemaking quanto o sensegiving. A partir deste entendimento o objetivo pode assim ser declarado: Analisar o processo de tradução e interpretação da estratégia organizacional na relação da organização com seus stakeholders. Sob a perspectiva da prática social, esta pesquisa baseia-se em pressupostos filosóficos da construção social direcionando o design de pesquisa: uma abordagem qualitativa, tendo como estratégia de pesquisa o estudo de caso. A coleta de dados se deu feita por meio de três fontes: observação, entrevista e dados secundários. Por último, foi escolhida a análise de narrativas, pois estas são compreendidas como produções das práticas sociais e também suporte de construção de sentido. A pesquisa, dentre variadas práticas analisadas, verificou a predominância da linguagem racional no processo de interpretação e tradução da estratégia do negócio social. Além de demonstrar a potencialidade discursiva dos números para tangibilizar a atuação do negócio social e estabelecer possibilidades de mudança de cultura no setor de escolas para pessoas com deficiência para que sua estratégia fosse alcançada. O olhar para o uso das práticas permitiu o alcance aos aspectos de bricolagem na tradução da estratégia, evidenciando uma flexibilidade no desenvolvimento devido à necessidade de diálogos, que tem pontos de partida em modelos teóricos e são início de novas práticas, uma vez que adaptações ocorrem para a especificidade da organização. Ainda em relação às práticas foi possível analisar como novas práticas podem ser geradas nos microprocessos e alcançar patamares setoriais. Verificou também a partir da sensemaking que o desempenho não é o primordial na estratégia, mas consequência da capacidade de reconduzir diferentes objetivos inscritos no fazer da estratégia. Palavras-Chave: Estratégia como Prática; Práticas Administrativas; Práticas Episódicas; Práticas Discursivas; Sensemaking; Negócio Social, Narrativas Organizacionais.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This work addresses the social practices in social entrepreneurship context in order to understand the translation process of organizational strategy through the categories of administrative, episodic and discursive practices, understanding that these support the strategic activities. Thus, the categories of practices are part of the strategy construction in a process comprising both the sensemaking as the sensegiving. From this understanding the objective can thus be stated: Analyze the process of translation and interpretation of organizational strategy in the organization's relationship with its stakeholders. From the perspective of social practice, this research is based on philosophical assumptions of the social construction directing the research design: a qualitative approach with the research strategy case study. Data collection was done through three sources: observation, interviews and secondary data. Finally, the narrative analysis was chosen, as these are understood as productions of social practices, and also direction supporting construction of meaning. The research, among various practices analyzed, found the prevalence of rational language in the process of interpretation and translation of the social business strategy. In addition to demonstrating the discursive potential of numbers to make tangible the work of social business and establish culture of possibilities for change in schools sector for people with disabilities so that its strategy was achieved. The look for the use of practices allowed the scope to aspects of bricolage in the translation of the strategy, demonstrating flexibility in development due to the need for dialogue, which has starting points in theoretical models and are starting new practices, as adaptations occur to the specificity of the organization. Also in relation to practices was possible to analyze how new practices can be generated in the micro processes and achieve sectoral levels. There also from the sensemaking that performance is not the primary strategy, but a consequence of the ability to bring different goals enrolled in making the strategy. Key-Words: Strategy as Practice; Administrative Practice; Episodic Practice; Discursive Practice; Sensemaking; Social Business; Organizational Narratives.pt_BR
dc.format.extent169 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectAdministraçãopt_BR
dc.subjectEmpreendedorismo socialpt_BR
dc.subjectPratica administrativapt_BR
dc.subjectPlanejamento estrategicopt_BR
dc.subject.ddc658.421pt_BR
dc.titleA tradução e a interpretação da estratégia em um negócio social : um estudo de caso sob a perspectiva das práticas sociaispt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record