Show simple item record

dc.contributor.authorOliveira, Dwan Garcez dept_BR
dc.contributor.otherSantos, Juarez Cirino dospt_BR
dc.contributor.otherBorges, Clara Maria Romanpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Direitopt_BR
dc.date.accessioned2013-07-04T14:30:37Z
dc.date.available2013-07-04T14:30:37Z
dc.date.issued2013-07-04
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31007
dc.description.abstractTeoria criminológico-crítica dos substitutivos penais encerra a aplicação do método científico desenvolvido por criminólogos críticos, associado ao método genealógico presente na obra de Michel Foucault, para promover a desconstrução simbólica dos institutos dogmáticos conhecidos como substitutivos penais. Especialmente colocam-se em xeque as inconsistências da restrição de sua concessão a patamares mínimos de pena (requisitos objetivos), a seleção penalizante orientada pela vulnerabilidade social (requisitos subjetivos), a correlação do programa de política penal diversificada com o estágio de desenvolvimento das estruturas económicas (punição & estrutura social) e os limites máximos (e distópicos) à concretização da excarceração e à desinstitucionalização.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDireito penalpt_BR
dc.subjectPena (Direito)pt_BR
dc.subjectCriminologiapt_BR
dc.subjectCrime e criminosos - Aspectos sociologicospt_BR
dc.subjectPoder (Filosofia)pt_BR
dc.titleTeoria criminológico-crítica dos substitutivos penaispt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record