Show simple item record

dc.contributor.advisorRobert, Renato César Gonçalves, 1974-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Curso de Especialização em Gestão da Indústria Moveleira e Madeireirapt_BR
dc.creatorSantos, Adriana da Silvapt_BR
dc.date.accessioned2023-06-13T13:09:56Z
dc.date.available2023-06-13T13:09:56Z
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/83063
dc.descriptionOrientador: Prof. MSc. Renato Cesar Gonçalves Robertpt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Departamento de Economia Rural e Extensão, Curso de Pós-Graduação em Gestão da Indústria Madeireirapt_BR
dc.description.abstractA Região Sul do Brasil ocupa um lugar de destaque no cenário florestal nacional, sendo uma grande produtora de madeira proveniente de plantações florestais, bem como uma importante consumidora de madeira tropical. Assim, o presente trabalho teve como objetivo obter um panorama referente à origem da madeira serrada comercializada na Capital de um dos principais Estados desta região, a cidade de Florianópolis em Santa Catarina. Desta forma, procedeu-se o levantamento de informações junto aos estabelecimentos de venda de madeira serrada no município em questão, para a obtenção de dados referentes à origem da madeira serrada comercializada, o volume e as principais espécies tropicais comercializadas, além da distância média dos principais fornecedores até o mercado consumidor da Capital. A partir das informações levantadas, verificou-se que o maior percentual da madeira serrada de espécies exóticas comercializada no mercado madeireiro de Florianópolis é proveniente da mesorregião Sul Catarinense, sendo os municípios de Tubarão e São Martinho os principais fornecedores. Observou-se ainda que a distância média entre a Capital catarinense e os municípios fornecedores é de 126,16 km. Os resultados permitem estimar um consumo anual de aproximadamente 12.030 m³ de madeira serrada pelos estabelecimentos visitados, sendo 5.532m³ de madeira serrada de espécies tropicais e 6.498 m³ de espécies exóticas (pinus e eucalipto).pt_BR
dc.description.abstractThe South region of Brazil occupies a prominent place in the national forestry scenery, and a major wood producer from forest plantations as well as a major consumer of tropical timber. Thus, this study aimed to obtain an overview regarding the origin of the lumber commercialized in the capital of one of the main states of this region, the city of Florianópolis in Santa Catarina. The data were obtained by interviews with the wood selling establishments concerned to obtain data about the origin of lumber sold, the volume and major tropical species marketed, and the average distance of leading suppliers to the consumer market in the city. From the information gathered, it was found that the highest percentage of exotic species of lumber sold in the timber market of Florianópolis are from the middle region south of Santa Catarina, and cities as São Martinho and Tubarão are the main suppliers. Also, it was observed that the average distance between Florianopolis and suppliers cities are about 126 km. The results allow to estimate a total annual consumption of about 12,030m³ of lumber, with 5,532 m³ of lumber of tropical species and 6498 m³ of exotic species (pine and eucalyptus).pt_BR
dc.format.extent43 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMadeira serrada - Comércio - Florianópolis (SC)pt_BR
dc.titleO comércio de madeiras em Florianópolis : uma análise sob a perspectiva da origem da matéria primapt_BR
dc.typeTCC Especializaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record