Show simple item record

dc.contributor.advisorPrudencio, Kelly Cristina de Souza, 1973-pt_BR
dc.contributor.authorSantos, Guilherme Sizanoski, 1994-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2022-10-25T15:50:28Z
dc.date.available2022-10-25T15:50:28Z
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/79800
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Kelly Prudenciopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa : Curitiba, 04/08/2022pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 94-97pt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente pesquisa discute o portal e-Cidadania, ferramenta de comunicação pública do Senado brasileiro, como espaço mediador de demandas populares voltado à participação política. A partir do levantamento das Ideias Legislativas que incluem os termos "homofobia" e "ideologia de gênero", empregou-se a análise lexical com o objetivo de responder a seguinte pergunta: de que modo os argumentos presentes nas Ideias Legislativas a respeito das temáticas "homofobia" e "ideologia de gênero" se refletem no tensionamento de pautas sociopolíticas? Foi possível identificar que tipo de demanda está presente nesse espaço, considerando as lutas políticas em torno das expressões. Observou-se, dentre outros aspectos, determinados padrões no vocabulário e argumentos utilizados. Ideias com o termo "homofobia" são, em sua maior parte, favoráveis à comunidade LGBTQIA+; por outro lado, as que contêm a expressão "ideologia de gênero" são contrárias. Nota-se, portanto, que o emprego de termos, por si só, já funciona como um indicador de posicionamentos que é capaz de identificar determinados grupos. Deste modo, conclui-se que o portal se configura como um território de disputa, ou seja, comporta uma amostra do tensionamento de pautas que afeta determinados atributos democráticos.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This research discusses the e-Cidadania website, a public communication tool of the Brazilian Senate, as a mediating space for popular demands aimed at political participation. From the survey of Legislative Ideas that include the terms "homophobia" and "gender ideology", lexical analysis was used in order to answer the following question: how the arguments present in the Legislative Ideas regarding the themes "homophobia" and "gender ideology" are reflected in the tensioning of sociopolitical agendas? It was possible to identify what kind of demand is on the website, considering the political struggles around the expressions. Among other aspects, certain patterns in the vocabulary and arguments used were observed. Ideas with the term "homophobia" are, for the most part, favorable to the LGBTQIA+ community; on the other hand, those containing the expression "gender ideology" are contrary. It can be noted, therefore, that the use of terms, by itself, already works as an indicator of positions that is capable of identifying certain groups. Therefore, it is concluded that e-Cidadania is configured as a territory of dispute, in other words, it contains a sample of the tensioning of agendas that affect certain democratic attributes.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComunicação na administração públicapt_BR
dc.subjectGêneropt_BR
dc.subjectIdeologia de gêneropt_BR
dc.subjectHomofobiapt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.titleHomofobia e "ideologia de gênero" : o paradoxo da participação no Portal E-cidadaniapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record