Show simple item record

dc.contributor.advisorCampos, Milton Luiz Brero dept_BR
dc.contributor.otherSilva, Ariel Shaefer dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Curso de Especialização em Geoprocessamentopt_BR
dc.creatorFigueiredo, Débora Cristina dos Santospt_BR
dc.date.accessioned2024-02-01T16:54:45Z
dc.date.available2024-02-01T16:54:45Z
dc.date.issued2003pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/78120
dc.descriptionOrientador: Milton Luiz Brero de Campospt_BR
dc.descriptionCoorientador: Ariel Schaefer da Silvapt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Curso de Especialização em Geoprocessamentopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de metodologia que integre o uso de Sistemas de Informações Geográficas (SIG) com procedimentos de avaliação de habitats desenvolvidos pelo United States Fish and Wildlife Service (USFWS, 1981) o Indice de Adequabilidade do Habitat - IAH, que permite a quantificação dos recursos ambientais nas várias sessões dos corpos d'água marinhos, com a finalidade de indicar áreas propícias ou não ao cultivo de ostras nas baías de Paranaguá e Antonina litoral do estado do Paraná. Primeiramente, foram trabalhados dados fisico-químicos da água do mar, representados pelas variáveis Salinidade, Temperatura, Clorofila-A, Transparência da água, Total de Sólidos em Suspensão e Profundidade; através de extrapolações e interpolações da tecnologia SIG. Para cada espécie de ostra há uma condição ambiental adequada para a sobrevivência da espécie e parâmetros que avaliam esta condição. A espécie de ostra escolhida para este estudo foi a espécie Crassostrea gigas (ostra do Pacifico), e os parâmetros utilizados foram fornecidos pelo Laboratório de Cultivo de Moluscos Marinhos (LCMM) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Este trabalho, comparou a metodologia desenvolvida para a utilização do Indice de Adequabilidade do Habitat com os parâmetros utilizados por SILVA (1995), para a mesma espécie. A metodologia desenvolvida para aplicação do Indice de Adequabilidade do Habitat através do SIG, espacializou o indice de cada variável utilizada ao longo das baias de Antonina e Paranaguá, além de indicar as melhores áreas para cultivo da espécie de ostra estudada. Esta metodologia poder ser aplicada a outras espécies, na indicação da adequabilidade destas às condições e restrições ambientais.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectSistemas de informação geográficapt_BR
dc.subjectOstra - Cultivopt_BR
dc.titleDesenvolvimento de metodologia em sistemas de informações geográficas aplicadas ao índice de adequabilidade do habitat (IAH) para indicação de áreas propícias ao cultivo de ostrapt_BR
dc.typeTCC Especializaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record