Show simple item record

dc.contributor.advisorMulinari, Rogerio Andrade, 1955-pt_BR
dc.contributor.authorBorsalli, Priscilla Swarçapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Atenção Básicapt_BR
dc.date.accessioned2021-12-30T13:57:45Z
dc.date.available2021-12-30T13:57:45Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/73016
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Rogério Andrade Mulinaript_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Atenção Básicapt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: É ainda é alta a incidência de atendimentos por parasitoses em algumas pequenas cidades, onde o saneamento básico e medidas de higiene são precárias. As parasitoses intestinais são consideradas como um dos principais problemas de saúde pública e, frequentemente, a população infantil é a mais atingida. São necessárias a utilização de medidas preventivas para a promoção e prevenção contra deste agravo. Na comunidade o problema selecionado foi o alto índice de doenças parasitárias em crianças de cinco a dez anos manifestadas por diarreias. O plano de intervenção teve o objetivo de reduzir o número de casos de crianças com parasitoses na Unidade Básica de Saúde Maria Amélia Coelho. Inicialmente foram capacitados os integrantes da equipe de saúde. Na sequência, foram selecionados potenciais usuários para divulgação e interação sobre os cuidados com a higiene, a água e o ambiente. Finalmente foram preparados materiais educacionais, incluindo um folheto e um vídeo motivacional, para divulgação dentre os usuários da UBS que concordaram em participar. Antecipa-se que haja uma redução do índice de parasitoses na unidade de saúde com a melhoria na educação sobre o tema.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: There is still a high incidence of visits for parasites in some small cities, where basic sanitation and hygiene measures are poor. Intestinal parasitic infections are considered to be one of the main public health problems and, often, the child population is the most affected. Preventive measures are needed to promote and prevent this disease. In the community, the selected problem was the high rate of parasitic diseases in children aged five to ten years manifested by diarrhea. The intervention plan aimed to reduce the number of cases of children with parasites in the Basic Health Unit Maria Amélia Coelho. Initially, health team members were trained. In the sequence, potential users were selected for dissemination and interaction about care with hygiene, water and the environment. Finally, educational materials, including a brochure and a motivational video, were prepared for dissemination among UBS users who agreed to participate. It is anticipated that there will be a reduction in the number of parasites in the health unit, with an improvement in education on the subject.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo ([19 p.]) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEstratégia Saúde da Família - Brasilpt_BR
dc.subjectDoenças parasitáriaspt_BR
dc.subjectPrevenção de doençaspt_BR
dc.subjectCriançaspt_BR
dc.subjectSaúdept_BR
dc.titlePlano para a redução dos casos parasitose na infância na Unidade Básica de Saúde Maria Amélia Coelho em Mauá da Serrapt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record