Show simple item record

dc.contributor.advisorDias, Josiane de Fátima Gaspari, 1969-pt_BR
dc.contributor.otherMiguel, Obdúlio Gomes, 1952-pt_BR
dc.contributor.otherZanin, Sandra Maria Warumby, 1954-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticaspt_BR
dc.creatorFabri, Natasha Tiemipt_BR
dc.date.accessioned2024-02-08T18:21:12Z
dc.date.available2024-02-08T18:21:12Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/70904
dc.descriptionOrientador : Profª Drª Josiane de F.G. Diaspt_BR
dc.descriptionCoorientadores : Prof. Dr. Obdulio G. Miguel, Profª Drª Sandra M.W. Zaninpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Síde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Defesa : Curitiba, 26/02/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências : p. 100-118pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Insumos, medicamentos e correlatospt_BR
dc.description.abstractResumo : O Brasil abriga inúmeras espécies de plantas, as quais representam uma promissora fonte de descoberta de moléculas bioativas. A espécie Ocotea diospyrifolia (Meisn.) Mez. pertence ao gênero Ocotea Aubl. e a família Lauraceae, grupos que tem demonstrado grande potencial farmacológico. Assim, neste trabalho objetivou-se estudar a composição fitoquímica da espécie citada, bem como avaliar suas características morfoanatômicas e atividades antioxidante e biológicas. Para este fim, folhas e galhos foram coletados no Capão do Cifloma (Curitiba-PR), a partir dos quais foram feitas as análises morfoanatômicas e de teor de cinzas e umidade, além dos extratos e fracionamentos em aparelho de Soxhlet. Ainda, a partir das folhas, foi realizada a extração do óleo essencial por hidrodestilação, e sua posterior caracterização por CG-EM. A partir dos extratos brutos e frações hexano foi realizada a quantificação de clorofilas totais e carotenoides. Essas amostras, juntamente com as demais frações e óleo essencial, foram analisadas quanto ao seu potencial antioxidante pelas metodologias de formação do complexo fosfomolibdênio, redução do radical 2,2-difenil-1-pictilhidrazila (DPPH) e peroxidação lipídica. Além disso, as amostras foram avaliadas quanto a sua toxicidade frente a Artemia salina, capacidade hemolítica e fitotoxicidade. Também foram aplicadas técnicas de separação, no intuito de isolar e/ou identificar compostos na espécie. Os resultados obtidos evidenciaram características morfoanatômicas condizentes com o descrito anteriormente para a espécie. O óleo essencial foi extraído a partir de duas coletas em períodos distintos, revelando a presença do espatulenol entre os componentes majoritários das duas amostras. Os ensaios antioxidantes demonstraram uma melhor atividade para as frações acetato de etila e etanólica dos galhos, e uma potencial atividade tóxica para o óleo essencial e a fração hexano do caule. As técnicas de separação aplicadas levaram ao isolamento do aminoácido 4-hidróxi-N-metilprolina da fração remanescente dos galhos. A partir disso, sugere-se que o estudo da O. diospyrifolia seja continuado, visto a possibilidade de aplicabilidade de seus extratos, frações óleo essencial e possíveis compostos isolados na área da farmacologia. Palavras-chave: Lauraceae. Óleo essencial. Espatulenol. 4-hidróxi-N-metilprolina. Toxicidade.pt_BR
dc.description.abstractAbstract : Brazil is home to innumerous plant species, which represent a promising source for finding new bioactive molecules. The species Ocotea diospyrifolia (Meisn.) Mez. belongs to the Ocotea Aubl. genus and Lauraceae family, groups that have been demonstrating huge pharmacological potential. Therefore, this work aimed to evaluate the phytochemical composition of the named species, as well as its morphoanatomical characteristics, antioxidant and biological activities. To this end, leaves and stem barks were collected in the Capão do Cifloma (Curitiba-PR), from where it was made morphoanatomical, ash and umidity content analysis, as well as the extracts and fractions in a Soxhlet apparatus. In addition, from the leaves, it was extracted the essential oils by hydrodistillation, and its further characterization by CGMS. From the crude extracts and hexane fractions it was performed the quantification of total chlorophylls and carotenoids. These samples, together with the remaining fractions and essential oil were analysed for their antioxidant potential through the molibdenium complex formation, radical 2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl (DPPH) reduction and lipid peroxidation methods. Moreover, samples were evaluated for their toxicity against Artemia salina, hemolytic capacity and phytotoxicity. Separation techniques were also applied, in order to isolate and/or identify compounds in the species. The results obtained highlighted morphoanatomical characteristics similar to the ones described previously for the species. The essential oil was extracted from two collections in distinct periods, revealing the presence of spathulenol as one of the major constituents in both samples. The antioxidant assays demonstrated a better activity for ethyl acetate and etanolic fraction from the stem bark, and a potential toxic activity for the essential oil and stem bark hexane fraction. Separation techniques applied lead to isolation the aminoacid 4-hydroxy-N-methylproline, from the stem bark remanescent fraction. From this, it is suggested that the study of O. disospyrifolia should be continued, since there is a possibility of applicability from its extracts, fractions, essential oil and possible isolated compounds in the pharmacology area. Keywords: Lauraceae. Essential oil. Spathulenol. 4-hydroxy-N-methylproline. Toxicity.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectLauráceapt_BR
dc.subjectÓleo essencialpt_BR
dc.subjectFarmacologiapt_BR
dc.subjectToxicidadept_BR
dc.subjectEspatulenolpt_BR
dc.subject4-hidróxi-N-metilprolinapt_BR
dc.titleEstudo fitoquímico, morfoanatômico e avaliação de atividades biológicas e propriedades antioxidantes de Ocotea diospyrifolia (Meisn.) Mezpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record