Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Márcio de, 1962-pt_BR
dc.contributor.advisorArantes, Celso Robertopt_BR
dc.contributor.advisorFacini, Beneditopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Planejamento e Controle da Segurança Públicapt_BR
dc.creatorLuz, Luiz Valmir Schimiter dapt_BR
dc.date.accessioned2023-09-29T19:24:54Z
dc.date.available2023-09-29T19:24:54Z
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/61039
dc.descriptionOrientadores: Marcio Sergio S.B. de Oliveira; Celso Roberto Arantes; Benedito Facinipt_BR
dc.descriptionMonografia(Especialização) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Especialização em Administração Policial Militarpt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O CIOSP e a perturbação ao sossego público na cidade de Curitiba apresenta a problemática da poluição sonora e o que vem sendo feito para atender essa particular ocorrência na cidade de Curitiba. Como parâmetro foi utilizado o ano de 2005, através de pormenorizado relatório fornecido pelo CIOSP - Centro lntegrado de Operações de Segurança Pública, de onde foi possível extrair a que horas, em que bairros, com que frequência, quais dias da semana, em que meses do ano estão os dados mais significativos sabre a perturbação ao sossego público, como são atendidas e que providências estão sendo tomadas. O exemplo de Nova York e o que ensina a filosofia e estratégia de polícia comunitária servem para aperfeiçoar o atendimento as ocorrências de Perturbação ao Sossego Público. No encerramento do ano, durante os finais de semana, entre 23h00min e 02h00min, acontece a maior concentração dessas ocorrências, que não possuem nenhum acréscimo alias, até existe decréscimo nos esforços para o atendimento dessas ocorrências, pois o volume de todas as ocorrências aumenta e as de maior importância serão atendidas primeiro, como pode ser constatado na leitura das descrições finais, que seguem anexo a presente monografia. Controlar e fiscalizar a poluição sonora através do policiamento ostensivo tem sido o desafio, sem resposta, quer pela Polícia Militar, quer pela Polícia Civil. A cultura institucional não reconhece na natureza "perturbação ao sossego" uma atividade que mereça uma atenção maior por parte da polícia. O presente trabalho monográfico objetiva permitir que a Polícia Militar do Paraná, por meio da correta aplicação e emprego dos recursos existentes na Central lntegrada de Operações de Segurança Pública - CIOSP, conjuntamente com a estrutura existente de operações da Polícia Militar do Paraná, atenda as demandas sociais vinculadas as ocorrências cuja natureza seja a Perturbação ao Sossego Público, propondo uma força tarefa, composta por um policial de transite e um policial ambiental, com equipamentos para aferição de ruído e competência para autuar administrativamente os casos de perturbação de sossego/poluição sonora, ou encaminhar ao Juizado Especial, nos dias e horários com maior demanda dessas ocorrências.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSegurança pública - Curitiba (PR)pt_BR
dc.titleO CIOSP e a pertubação ao sossego publico na cidade de Curitibapt_BR
dc.typeTCC Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record