Show simple item record

dc.contributor.authorMoreira, Amanda Magagninpt_BR
dc.contributor.otherAires, Joanez Aparecida, 1965-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Exatas. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemáticapt_BR
dc.date.accessioned2021-05-06T17:29:51Z
dc.date.available2021-05-06T17:29:51Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/58566
dc.descriptionOrientadora: Profª. Drª. Joanez Aparecida Airespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática. Defesa : Curitiba, 31/08/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.150-159pt_BR
dc.description.abstractResumo: O conceito Química Verde (QV) surgiu nos Estados Unidos, nos anos 90, do século XX, como resposta aos problemas relacionados à produção de resíduos e poluição decorrentes da Indústria Química. No âmbito dessa problemática, a QV pode ser considerada um avanço para a química, pois um dos seus compromissos está relacionado a gradual substituição das substâncias que são tóxicas por aquelas menos nocivas nos processos de formulação de produtos. Com o passar dos anos a QV tem recebido mais atenção da sociedade governamental, industrial, bem como da academia, como reconhecimento da importância da referida temática. Tal reconhecimento deve-se ao fato de que a QV, quando aplicada, pode possibilitar a minimização, assim como a radicalização dos resíduos gerados pelas reações. Outros benefícios consistem ainda na redução dos problemas ambientais e aqueles gerados à saúde humana. Tendo em vista o contexto de emergência da QV como um Estilo de Pensamento recente, esta pesquisa tem como objetivo investigar o estado do conhecimento sobre a gênese do Estilo de Pensamento QV no Brasil, a partir dos artigos publicados no periódico nacional Química Nova (QN), tendo por base o referencial de Ludwik Fleck. Para Fleck, um Estilo de Pensamento consiste em uma determinada atitude e um tipo de execução na qual sua origem são as mediações sócio-históricas enfrentadas pelo Coletivo ao interagir com dados da realidade. Sendo assim, a partir dos conceitos fleckianos, considera-se que compreender a emergência de um Estilo de Pensamento colabora para o entendimento de como se constitui o processo de construção de determinado conhecimento. Dessa forma, como objeto de estudo desta pesquisa, consideraramse os artigos que abordam a temática, publicados no periódico nacional QN, no período de 2000 até o ano de 2017. Os artigos foram analisados segundo Descritores Gerais e Descritores Específicos. Nos "Descritores Gerais" foi possível fazer o levantamento dos anos das publicações, observou-se quanto a área vem crescendo no Brasil, analisaram-se os autores que escrevem sobre a temática, as instituições e suas regiões geográficas, níveis de ensino envolvidos e as principais referências utilizadas. Nos "Descritores Específicos", buscou-se identificar nos artigos, por meio de uma análise histórico-epistemologica dos conceitos, a emergência da QV no nosso país. Foram identificados nesses artigos os conceitos Estilo e Coletivo de Pensamento, Circulação Intercoletiva e Intracoletiva de Ideias, Círculo Esotérico e Exotérico, Préideias e Mutação. Especificamente, Estilo de Pensamento foi o conceito que possibilitou maior número de análises. Segundo as pesquisas, as Préideias que contribuiram com a emergência do Estilo QV referem-se aos impactos que, principalmente, o meio ambiente e a humanidade vinham enfrentando. A QV emerge em Coletivos como: sociedade governamental, sociedade industrial e acadêmica, entre outros. Da mesma forma, pesquisas argumentam que o Estilo QV pode ser disseminado para outros Coletivos por meio de eventos, congressos e até mesmo, por meio de restruturações dos currículos dos cursos de Química. Palavras-chave: Estilo de Pensamento, Emergência da Química Verde, Química Verde, Ludwik Fleck, Conceitos fleckianos.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The concept Green Chemistry (GC) were first formulated in the United States in the beginning of the 1990s, in the twentieth century, as a response to problems related to the production of waste and pollution from the Chemical Industry. In the context of this issue, the GC, can be considered a breakthrough in the chemical sector, since one of its commitments is related to the gradual substitution of substances that are toxic by those that are less harmful in the processes of product formulation. Over the years the GC has received more attention from the governmental society, industrial, as well as the academy as a recognition of the importance of this subject. Such recognition is due to the fact that the GC, when applied, can minimize, as well as the radicalization of the residues generated by the reactions. Other benefits includes the reduction of environmental problems and those generated to human health. Considering the urgency context of GC as a recent Thinking Style, this research aims to investigate the state of knowledge about the genesis of GC Thinking Style in Brazil, from the articles published in the national journal Química Nova (QN), based on the reference of Ludwik Fleck. To Fleck, a Style of Thought consists of a certain behavior and a type of execution in which its origins are the socio-historical mediations faced by the Collective when interacting with reality's facts. Thus, from the Fleckian concepts, it is considered that understanding the urgency of a Style of Thought contributes to the understanding of how the process of construction of certain knowledge is constituted. Thus, as the object of study of this research, we considered the articles that approach the subject, published in the national journal QN, from 2000 to 2017. The articles were analyzed according to General Descriptors and Specific Descriptors. In the "General Descriptors" it was possible to survey the years of the publications, it was observed how much the area has been growing in Brazil, analyzing the authors which writes on the subject, the institutions and their geographic regions, the levels of teaching involved and the main references used. In the "Specific Descriptors", we sought to identify in the articles, through a historicalepistemological analysis of the concepts, the urgency of GC in our country. The concepts of Style and Collective Thinking, Intercolective and Intracolective Circulation of Ideas, Esoteric and Exoteric Circle, and Pre-thinking and Mutation were identified in these articles. Specifically, Thought Style was the concept that enabled a greater number of analyzes. According to the surveys, the Prelude that contributed to the urgency of the GC style refers to the impacts that, mainly, the environment and humanity were facing. GC emerges in collectives such as: government society, industrial and academic society, among others. In the same way, researches argues that the GC style can be disseminated to other Collectives through events, congresses and even, through restructuring the Chemistry curriculum courses. Keywords: Thinking Style, Urgency of Green Chemistry, Green Chemistry, Ludwik Fleck, Fleckian Concepts.pt_BR
dc.format.extent159 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSustentabilidade e meio ambientept_BR
dc.subjectFleck, Ludwik, 1896-1961pt_BR
dc.subjectQuímica - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectCiência - Curriculospt_BR
dc.subjectMatemáticapt_BR
dc.titleQuímica verde : análise da emergência do estilo de pensamento a partir da perspectiva Fleckianapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record