Show simple item record

dc.contributor.advisorSchieferdecker, Maria Eliana Madalozzo, 1959-pt_BR
dc.contributor.otherRabito, Estela Iraci, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Alimentação e Nutriçãopt_BR
dc.creatorMoreira, Jadiane Soarespt_BR
dc.date.accessioned2023-12-15T18:55:52Z
dc.date.available2023-12-15T18:55:52Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57604
dc.descriptionOrientador : Dra. Maria Eliana Madalozzo Schieferdecker Coorientadora: Professora Dra. Estela Iraci Rabitopt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Alimentação e Nutriçãopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Introdução: O envelhecimento está associado a redução da força e massa muscular, fatores estes que colaboram para redução de qualidade muscular (QM). Os exergames são uma alternativa para promover hipertrofia, no entanto quando associada à alimentação saudável e dieta hiperproteica, parece ser mais eficaz. Desta forma a educação alimentar e nutricional possibilita, pela obtenção de conhecimento, que idosos tenham autonomia para realizar escolhas alimentares saudáveis. Objetivos: I. Analisar os efeitos do treinamento físico com exergames associado a educação alimentar e nutricional, sobre força e massa muscular, bem como tecido intramuscular não contrátil e qualidade muscular em idosas. II. Identificar o significado de alimentação saudável para idosas e qual a eficácia da educação alimentar e nutricional na mudança de hábitos alimentares. Metodologia: Foi realizado estudo experimental, com seguimento de 12 semanas, em idosas com idade =65 anos. I. Participaram, deste primeiro capítulo, 89 idosas, distribuídas em quatro grupos: grupo controle (GC, n=26), grupo treinamento físico (GT, n=22), grupo treinamento físico e intervenção nutricional (GTN, n=18) e grupo intervenção nutricional (GN, n=23). As avaliações foram realizadas no período pré e pós intervenção, com fim de comparação. Para análise dos dados foi utilizado o teste ANOVA de delineamento misto (p=0,05). II. Este capítulo realizou a análise de conteúdo, proposta por Bardin, com 25 idosas, que receberam acompanhamento nutricional com aconselhamento individual e educação alimentar e nutricional em grupo. A partir das atividades de Educação alimentar e nutricional utilizou-se o recurso denominado "Colcha de retalhos", para obtenção dos relatos das idosas. Resultado: I. O GT melhorou a QM concêntrica a 60º/s (p=0,003), QM concêntrica a 180º/s (p=0,001) e QM excêntrica a 60º/s (p=0,001) e a 180º/s (p=0,001). O GTN também apresentou melhora nas qualidades musculares excêntricas a 60º/s (p=0,031) e a 180º/s (p=0,002). Houve aumento de força muscular par o GT e GTN. II. Os relatos indicam que o conceito de alimentação saudável é amplo, pois carrega significados e simbolismos, remetendo a influência cultural e familiar sobre o consumo alimentar. Conclusão: I. O treinamento físico com exergames associado ou não com a intervenção nutricional por meio de educação alimentar e nutricional, promoveu aumento da força muscular e QM. II. Demonstrou-se que a alimentação vai além do ato com fim biológico, sendo um ato social e cultural e que a intervenção nutricional promoveu mudanças no comportamento alimentarpt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.titleEfeito da educação alimentar e nutricional associado a exergames sobre percepção de alimentação saudável e qualidade muscular de idosaspt_BR
dc.typeTCC Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record