Show simple item record

dc.contributor.authorPrestes, Luciano Campelopt_BR
dc.contributor.otherHamerschmidt, Rogériopt_BR
dc.contributor.otherMatias, Jorge Eduardo Foutopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2015-04-17T12:31:06Z
dc.date.available2015-04-17T12:31:06Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36939
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Rogério Hamerschmidtpt_BR
dc.descriptionCo-orientador: Prof. Dr. Jorge Eduardo Fouto Matiaspt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica. Defesa: Curitiba, 17/10/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Introdução: Segundo pesquisas atuais, observa-se aumento progressivo do número de pacientes atendidos em serviços de urgência/emergência. São escassos os estudos sobre as características das doenças otorrinolaringológicas atendidas em pronto- socorro. Objetivos: 1- Criar, aplicar e validar o protocolo de Perfil Epidemiológico em Otorrinolaringologia. 2 Estabelecer o perfil epidemiológico dos pacientes com queixas otorrinolaringológicas atendidos em um hospital de referência na cidade de Curitiba e região. 3- Realizar o planejamento e adequação da instituição de acordo com a demanda e o perfil dos pacientes atendidos. Métodos: Primeiramente foi elaborado um protocolo específico Perfil Epidemiológico em Otorrinolaringologia, a partir de Protocolo Mestre. Foi realizado um estudo retrospectivo, contemporâneo e transversal, dos atendimentos de urgência e emergência do hospital de referência em Otorrinolaringologia durante o ano de 2012. Através do programa SINPE© realizou-se a coleta de dados e posterior análise epidemiológica. Foram analisados 1067 pacientes, 312 da primavera, 255 do verão, 253 do outono e 247 do inverno. Resultados: Foram constatadas 17 doenças mais prevalentes durante o ano, sendo as infecções de vias aéreas superiores 262 (24,55%) a patologia mais freqüente. Não houve diferença estatisticamente significativa nas prevalências das doenças, salvo a otite média aguda que foi mais prevalente durante o verão (p=0,02). A procura aconteceu de maneira equilibrada entre os sexos. A faixa etária predominante foi de adultos. Encontrou-se 9,27% de casos emergenciais. Conclusão: A criação, validação e aplicação do prontuário eletrônico foram efetivas para os pacientes incluídos no protocolo específico Perfil Epidemiológico. O perfil epidemiológico foi estabelecido e as doenças mais incidentes foram obtidas com sucesso. O planejamento da instituição foi aprimorado substancialmente com os dados coletados. Palavras-Chave: Protocolo eletrônico. Perfil epidemiológico. Doenças otorrinolaringológicas. Atendimento emergencial.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Introduction: According to current research, there is a progressive increase in the number of patients seen in the emergency room. There are few studies on the characteristics of ENT diseases treated in emergency room. Objectives: 1- Create, implement and validate the protocol Epidemiological Profile in Otolaryngology. 2-To establish the epidemiological profile of patients with these complaints treated at a referral hospital in the city of Curitiba and region.3- Perform planning and adequacy of the institution according to the demand an the patients profile. Methods: We first developed a specific protocol for Epidemiological Profile of Otorhinolaryngology, from the Master Protocol .It is a retrospective study, contemporary, of urgent and emergency referral hospital in Otolaryngology during the year 2012. SINPE © held data collection and subsequent analysis of epidemiological characteristics. We analyzed 1067 patients, 312 in spring, 255 in summer, 253 in autumn and 247 in winter. We found 17 most prevalent diseases during the year, with the IVAS 262 (24.55%) the most frequent disease. Results: There was no statistically significant difference in the prevalence of diseases, except that the acute otitis media was more prevalent during the summer (p: 0.02); Demand happens so balanced between the sexes. The predominant age group was adults. We found 9,27% of emergency cases. Conclusion: The creation, validation and implementation of electronic medical records were effective for the patients included in the protocol specific Epidemiological Profile. The epidemiological profile was made and the most incident diseases were successfully obtained. The planning of the institution has been enhanced substantially with the data collected. Keywords: Electronic Protocols. Epidemiological profile. ENT diseases. Emergency care.pt_BR
dc.format.extent51f. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectProtocolos eletrônicospt_BR
dc.subjectPerfil Epidemiológicopt_BR
dc.subjectOtorrinolaringopatiaspt_BR
dc.subjectAssistência ambulatorialpt_BR
dc.subjectCirurgiapt_BR
dc.titlePerfil epidemiológico em otorrinolaringologia de Curitiba e Região Metropolitanapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record