Show simple item record

dc.contributor.advisorRosot, Nelson Carlospt_BR
dc.contributor.authorKurasz, Gilbertopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherOliveira, Yeda Maria Malheiros dept_BR
dc.date.accessioned2013-06-12T17:04:19Z
dc.date.available2013-06-12T17:04:19Z
dc.date.issued2013-06-12
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/3182
dc.description.abstractO presente trabalho teve por objetivo desenvolver um Sistema de Informações Geográficas aplicado ao zoneamento ambiental da Reserva Florestal Embrapa/Epagri de Caçador (RFEE), Estado de Santa Catarina. Como base do trabalho foi utilizado o sistema ArcView 3.2 desenvolvido pela ESRI (Environmental Systems Research Institute) e uma sub-cena do sensor lkonos imageada em 17 de fevereiro de 2004. A área de estudo, com 1.157,48 ha, é constituída por um dos maiores remanescentes contínuos com vegetação característica do bioma Floresta Ombráfila Mista (FOM). À base cartográfica digital, inicialmente compilada contendo dados de curvas de nível, pontos cotados, hidrografia, estradas e perímetro, foi incorporado o mapa de uso do solo recentemente elaborado com níveis refinados de detalhamento das classes tipolágicas existentes na área e informações advindas da readequação de nove parcelas permanentes instaladas estrategicamente na Reserva. O mapa produzido pelo levantamento pedológico semi-detalhado na escala 1:25.000 possibilitou a atualização da legenda de acordo com as novas normas do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos e foram identificadas nove unidades de mapeamento distribuídas nas ordens dos Cambissolos, Gleissolos, Nitossolos e Neossolos. O banco de dados do tipo relacional disponibilizado - o primeiro definido para a RFEE - é composto de seis tabelas referentes ao: a) cadastro da Reserva; b) levantamento pedológico; c) inventário florestal contínuo; d) uso do solo; e, finalmente, e) entorno; f) zoneamento ambiental. Baseado em preceitos da Ecologia da Paisagem, o estudo do entorno da RFEE detectou que mais de 80% dos fragmentos vizinhos possuem menos que 5 ha, forma bastante irregular e dimensões reduzidas. A zona tampão representada pelos reflorestamentos com Pinus spp e Araucaria angustifolia constitui-se em uma das estratégias bem sucedidas para a atenuação do efeito de borda sobre a Reserva. Concluiu-se que o conjunto de descritores e índices utilizados permitiu quantificar a estrutura espacial das unidades de paisagem, além de algumas relações entre estes. A partir da elaboração do MDE e da carta de declividade, caracterizou-se o relevo na RFEE como predominantemente ondulado a plano, observando-se também que não existem declividades superiores a 45° na área. A proposta de conversão de 56,55% da RFEE em RPPN vem de encontro à crescente preocupação mundial para a preservação dos recursos florestais, O zoneamento ambiental proposto neste trabalho não pode ser considerado um produto acabado, mas uma base para análises mais profundas e auxílio aos gerentes nas tomadas de decisão, uma vez que um grande número de variáveis e possibilidades de manejo pode ser simulado pelo sistema.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSistemas de informação geograficapt_BR
dc.subjectIKONOS II (Satélites)pt_BR
dc.subjectZoneamneto - Caçador (SC)pt_BR
dc.subjectEcologia florestal - Caçador (SC)pt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectReserva Florestal Embrapa/Epagri (SC)pt_BR
dc.titleSistema de informaçoes geográficas aplicado ao zoneamento ambiental da reserva florestal EMBRAPA/EPAGRI, Caçador/SCpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record