Show simple item record

dc.contributor.advisorPinto, Ângelo Parise, 1980-pt_BR
dc.contributor.authorAguiar, Leonardo Polizeli, 1998-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-08-12T18:12:06Z
dc.date.available2022-08-12T18:12:06Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/76747
dc.descriptionOrientador: Ângelo Parise Pintopt_BR
dc.descriptionMonografia (Bacharelado) - Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Ciências Biológicas.pt_BR
dc.description.abstractResumo : Um gênero mal definido, com caracteres diagnósticos pouco robustos para reconhecimento de seus representantes, com espécies de difícil determinação, com distribuição pouco conhecida na literatura, potencialmente com a inclusão de espécies pertencentes a outros gêneros e contendo espécies ainda não descritas. Esta pode ser a situação de um dos gêneros que algum taxonomista esteja estudando no momento e definitivamente é o caso do gênero de baratas Parahormetica Brunner von Wattenwyl, 1865, que neste estudo é revisado. O objetivo deste estudo é revisar os nomes disponíveis e, ao empreender um estudo morfológico comparativo, propor hipóteses sobre a validade das espécies e fornecer diagnoses que permitam identificar de modo inequívoco as unidades taxonômicas. As avaliações taxonômicas e nomenclatórias, foram realizadas através de investigações morfológicas comparativas e da literatura. Os mapas foram elaborados a partir de registros de ocorrência levantados das etiquetas do material testemunho, da literatura e de uma plataforma online voltada a ciência-cidadã. Foram definidos caracteres genéricos que diferenciam os representantes de Parahormetica de representantes dos demais gêneros de Brachycolini. Quatro espécies foram reconhecidas como pertencentes ao gênero, entre elas uma espécie desconhecida da ciência que é descrita aqui. Parahormetica hylaeceps Miranda Ribeiro, 1936 e Parahormetica punctata Saussure, 1873 foram transferidas para Bionoblatta Rehn, 1937. Diagnoses e uma chave de determinação para as espécies de Parahormetica foram disponibilizadas. O conhecimento sobre a distribuição do gênero foi ampliado e a partir das evidências é proposta a hipótese de que o gênero seja endêmico da Mata Atlântica. Os resultados e conclusões deste estudo contribuem para a ampliação do conhecimento sobre a biodiversidade neotropical.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMata Atlanticapt_BR
dc.subjectTaxonomiapt_BR
dc.subjectBaratapt_BR
dc.titleRevisão taxonômica das baratas-trilobita do gênero sul-americano parahormetica brunner von wattenwyl, 1865 (blattodea: blaberidae)pt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record