Show simple item record

dc.contributor.advisorCamargo, Hertz Wendel dept_BR
dc.contributor.authorOliveira, Claudia Juliane Pacheco dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2018-10-17T13:13:44Z
dc.date.available2018-10-17T13:13:44Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56116
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Hertz Wendel de Camargopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Defesa : Curitiba, 28/03/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.70-74pt_BR
dc.description.abstractResumo: Quando nos deparamos com produtos midiáticos, é muito claro que seu consumo representa um ato de produção de sentido sociocultural, pois entre emissor e receptor - considerando que estes papéis não são estanques, ou seja, na comunicação todos são emissores e receptores concomitantemente - acontece um movimento de significados entre ambos, mesmo princípio que norteia todas as relações de consumo. No entanto, a mídia possui um suporte igualmente identificável e relativamente tangível: ondas eletromagnéticas, o papel, a tela, os pixels. Salvo o quesito "suporte", se mostra como um grande desafio a observação e análise das trocas simbólicas que ocorrem entre grupos socioculturais atuantes no segmento de terapias alternativas e sua clientela. A Ciranda das Curandeiras, em Curitiba, é um grupo que resgata materialidades, significados e discursos da cultura matrifocal, outrora trancada nos porões da sociedade por uma tradição cultural claramente centrada em um patriarcado, na qual os valores relacionados à natureza feminina foram esquecidos ou marginalizados. Assim posto, este trabalho tem por objetivo principal estudar o ritual da Ciranda das Curandeiras como suporte sobre o qual são criados, reformulados e movimentados diferentes sentidos entre a cultura matrifocal e os sujeitos, compondo o imaginário de um determinado grupo social, no caso, das mulheres praticantes. Como objetivos específicos, este trabalho busca destacar as relações entre a cultural matrifocal e natureza; bem como realizar uma incursão ao sistema mítico para compreender com mais atenção a função do ritual. A metodologia tem como base a pesquisa participante, e o apoio de entrevistas e diários de bordo, sob uma escrita de traços etnográficos. Conclui-se que o ritual da Ciranda das Curandeiras funciona como mídia (ritual-mídia) ao passo que promove a troca de discursos e significados, verificada na produção estética de um conhecimento que transita e se reflete nas mudanças comportamentais e discursivas das mulheres pesquisadas. Palavras-chave: Cultura Matrifocal. Ritual-mídia. Cirandas das Curandeiras. Mito.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: When we come across media products, it is very clear that their consumption represents an act of production with a socio-cultural meaning, since between the sender and recipient - considering that these roles are not watertight, that is, in the communication all are emitters and receivers concomitantly - movement of meanings between them, the same principle that guides all consumer relations. However, the media has an equally identifiable and relatively tangible support: electromagnetic waves, paper, screen, pixels. Except for the item "support", it is a great challenge to observe and analyze the symbolic exchanges that take place between socio-cultural groups working in the alternative therapies segment and its clientele. Ciranda das Curandeiras, in Curitiba, is a group that rescues materialities, meanings and discourses of matrifocal culture, once locked in the basements of society by a cultural tradition clearly centered on a patriarchy, in which values related to the feminine nature were forgotten or marginalized . Thus, the main objective of this work is to study the Ciranda das Curandeiras ritual as a support on which different meanings are created, reformulated and moved between the matrifocal culture and the subjects, composing the imaginary of a certain social group, in the case of the women practitioners. As specific objectives, this work seeks to highlight the relations between matrifocal culture and nature; as well as make an incursion into the mythical system to understand with more attention the function of ritual. The methodology is based on participant research, and the support of interviews and logbooks, under a writing of ethnographic traits. It is concluded that the Ciranda das Curandeiras ritual acts as media (ritual-media) while promoting the exchange of discourses and meanings, verified in the aesthetic production of a knowledge that transits and is reflected in the behavioral and discursive changes of the women surveyed. Key Words: Matrifocal Culture. Ritual-media. Ciranda das Curandeiras. Myth.pt_BR
dc.format.extent84 p. : il. (algumas color.), retrs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAntropologia feministapt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectMulheres - Espiritualidade - Mitos e rituaispt_BR
dc.titleRessignificações da cultura matrifocal : estudos sobre o ritual na "ciranda das curandeiras"pt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record