Show simple item record

dc.contributor.advisorPassos, Everton, 1954-pt_BR
dc.contributor.authorBastos, Alexis de Sousapt_BR
dc.contributor.otherManiesi, Vanderleipt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geografiapt_BR
dc.date.accessioned2017-08-08T16:19:52Z
dc.date.available2017-08-08T16:19:52Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/41775
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Everton Passospt_BR
dc.descriptionCoorientador : Prof. Dr. Vanderlei Maniesipt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geografia. Defesa: Curitiba, 09/10/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 219-248pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentraçãopt_BR
dc.description.abstractResumo: Floresta Nacional (Flona) do Jamari foi a primeira unidade de conservação federal do país a passar pelo processo de concessão florestal. Adequa-se a categoria de uso sustentável, representando um fragmento de 461.772 hectares do ambiente sudoeste da floresta amazônica, com espécies nativas adaptadas às condições climáticas e naturais do solo, possuindo como função, além daqueles sociais, ambientais e econômicos para as quais foi criada, servir como barreira ao avanço das frentes de desmatamento que vem se intensificando desde 1984, ano de sua criação. As relações sociedade e natureza em seu entorno mostraram evidências da urgente necessidade de ordenar as atuais formas de uso de seus recursos naturais para melhorar aspectos ligados a sua conservação devido aos impactos causados pela agropecuária extensiva praticada em seu entorno. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi compreender as dinâmicas socioambientais de uso e ocupação dos solos da Flona do Jamari e de seu entorno a partir de características do meio físico que identificassem relações e impactos sobre a aptidão agrícola como meio para compatibilizar conservação e produção de forma a subsidiar a implementação de políticas de ordenamento territorial para unidades de conservação na Amazônia. A análise interdisciplinar de atributos ambientais do meio físico possibilitou a identificação limites espaciais e permitiu a delimitação de cinco zonas ambientais diferenciadas a partir de características de aptidão agrícola para uso e conservação, bem como identificação necessária de redirecionamentos da zona de amortecimento. As zonas identificadas possuem baixíssima aptidão agrícola e baixa capacidade de suporte para atividades intensivas no uso de seus recursos naturais e baixa capacidade de resiliência. Há sinais de degradação não apenas do solo, mas do ambiente em função da bovinocultura, principal atividade econômica verificada na região. Foram constatadas fragmentações de ambientes que favorecem a alteração dos índices de vulnerabilidade natural à erosão mensurados, tornando-os mais vulneráveis, quando relacionados ao modo de ocupação do entorno da Flona do Jamari. Os resultados de zoneamento apresentados demonstraram que o método proposto se constitui em uma forma viável de subsídio ao planejamento em lugares como a Amazônia, pois possibilita adaptações de acordo com a disponibilidade de instrumentos de apoio e profissionais para orientar o uso e ocupação do solo tanto para fins produtivos como de conservação no entorno de unidades de conservação. PALAVRAS-CHAVE: Geologia; Geomorfologia; propriedades físico-químicas dos solos; vulnerabilidade natural à erosão; aptidão agrícola.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Jamari National Forest was the first federal conservation unit which passed through a timber exploration concession process. It is categorized as a sustainable conservation unit, representing a forest fragment of 461.772 hectares of the southwest Amazon forest, with native species adapted to its climate and natural soil conditions. The function of Jamari National Forest, besides the social, environmental and economic aspect for what it was created for, is serve as barrier to the advance of deforestation fronts, which are intensifying since 1984, year of its creation. The relations between society and nature on Jamari National Forest and its surrounding areas show evidences of urgent land use planning to the actual forms of use of (the) natural resources to improve aspects connected to conservation, due to impacts caused by extensive agriculture and cattle ranching. Thus, the objective of this research was to comprehend the social environmental dynamics of the soils use and occupation in Jamari National Forest and its surrounding areas from physical characteristics that allow to identify relations and impacts on the agricultural suitability as a way to harmonize conservation and forms of production to subsidize the implementation of land use planning politics for the conservation units in Amazon. The interdisciplinary analyses of the physical environmental attributes made possible to identify spatial limits and allowed the delimitation of five environmental areas differentiated from agricultural suitability characteristics for use and conservation, as well as identification required of the buffer zone redirects. The identified areas have very low agricultural potential and low carrying capacity for intensive activities in the use of its natural resources and low resilience. There are signs of degradation, not only on soils, but in the environment due to cattle ranching, the main economic activity observed in the region. Environment fragmentations were found favoring the change of natural vulnerability to erosion indices measured, making them more vulnerable when related to land use and occupation in the Jamari National Forest surrounding areas. KEY WORDS: Geology; Geomorphology; soil physical and chemical properties; natural vulnerability to erosion; agricultural suitability.pt_BR
dc.format.extent248 f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectGeografiapt_BR
dc.subjectSolos - Erosãopt_BR
dc.subjectFlorestaspt_BR
dc.subjectEconomia agricolapt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleZonas de aptidão agrícola como subsídio ao ordamento territorial no estorno de unidades de conservação da Amazônia : o caso da Floresta Nacional do Jamari/ROpt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record