Show simple item record

dc.contributor.advisorKorelo, Raciele Ivandra Guarda, 1980-pt_BR
dc.contributor.otherMacedo, Ana Carolina Brandt de, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherPesaski, Aline, 1997-pt_BR
dc.contributor.otherSantos, Nandara Lopes dos, 1999-pt_BR
dc.contributor.otherSilva, Natalia de Paiva da, 1997-pt_BR
dc.contributor.otherAnjos, Rubia Alana Souza dos, 1999-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Fisioterapiapt_BR
dc.date.accessioned2024-02-28T00:43:32Z
dc.date.available2024-02-28T00:43:32Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/86740
dc.descriptionOrientador: Profa. Dra. Raciele Ivandra Guarda Korelopt_BR
dc.descriptionCoorientador: Profa. Dra. Ana Carolina Brandt de Macedopt_BR
dc.descriptionAutores: Aline Pesaski; Nandara Lopes dos Santos; Natalia de Paiva da Silva; Rubia Alana dos Anjospt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Curso de Graduação em Fisioterapiapt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : A associação do exercício aeróbico com aplicação transcutânea da microcorrente (MENS) foi comprovada anteriormente, para redução da gordura abdominal localizada (GAL). Entretanto, a associação desta com exercício intervalado de alta intensidade (HIIT–High Intensity Interval Training) ainda é desconhecida. Este estudo objetivou verificar os efeitos da terapia por MENS associada ao HIIT na redução da GAL. Tratase de um ensaio clínico randomizado controlado, conduzido com 39 mulheres, sedentárias e com GAL, distribuídas em 3 grupos: Grupo Controle (GC), Grupo Exercício (GE) e Grupo Microcorrente+Exercício (GME). Enquanto o GME realizou aplicação transcutânea abdominal da MENS previamente ao HIIT (80% da FCMáx em circuito funcional), 2x/semana, durante 5 semanas; o GE foi submetido apenas ao protocolo de HIIT e o GC não realizou nenhuma intervenção. As variáveis desfecho, mensuradas em três momentos (antes da 1ª intervenção e após a 5ª e 10ª intervenção), foram: composição corporal e dados antropométricos, nível de atividade física, satisfação corporal, qualidade de vida e funcionalidade lombar. Após 10 intervenções, o GME apresentou melhora significativa nas dobras cutâneas, qualidade de vida e satisfação corporal, porém sem diferença significativa ao comparar com o GE ou GC. Houve diferença significativa do GME versus o GC para nível de atividade física e funcionalidade lombar, porém sem diferença ao comparar com o GE. Apesar da associação da MENS e HIIT, em 10 intervenções, não apresentar resultados específicos satisfatórios para redução da GAL, o aumento do nível de atividade física e a melhora da funcionalidade lombar poderão proporcionar efeitos positivos a médio prazopt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectGordura abdominalpt_BR
dc.subjectExercícios físicospt_BR
dc.subjectTerapia por estimulaçao eletricapt_BR
dc.titleEfeitos da microcorrente na redução da gordura abdominal localizada associada ao exercício intervalado de alta intensidadept_BR
dc.typeTCC Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record