Show simple item record

dc.contributorMonteiro Filho, Emygdio Leite de Araujopt_BR
dc.contributorOliveira, Márcia Regina dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Campus Pontal do Paraná - Centro de Estudos do Mar. Curso de Graduação em Oceanografiapt_BR
dc.creatorGuebert, Flávia Mariapt_BR
dc.date.accessioned2023-12-06T17:31:58Z
dc.date.available2023-12-06T17:31:58Z
dc.date.issued2004pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/78079
dc.descriptionOrientador: Emygdio Leite de Araújo Monteiro Filhopt_BR
dc.descriptionCo-orientadora: Márcia Regina de Oliveirapt_BR
dc.descriptionMonografia (Bacharelado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias da Terra, Centro de Estudos do Mar, Curso de Graduaçao em Oceanografiapt_BR
dc.description.abstractFoi realizado o monitoramento de tartarugas marinhas mortas no litoral do Estado do Paraná no periodo de março de 2003 a agosto de 2004. Para obtenção dos dados foram monitorados quinzenalmente 20 km de praia, localizados entre os balneários de Pontal do Sul e Praia de Leste. Em adição procedeu-se análise de animais encaminhados ao CEM por diversas fontes, especialmente pescadores artesanais. Durante o período de estudo foram registrados 51 exemplares da tartaruga marinha da espécie Chelonia mydas, que, de acordo com as medidas da carapaça, foram classificados predominantemente na categoria juvenil. Constatou-se predominio de registros de animais mortos no período de inverno, coincidindo com atividades de pesca direcionadas ao linguado. Dos 51 exemplares manipulados, 16 tiveram seus conteúdos gastrointestinais avaliados para a determinação da dieta. Dos itens presentes no trato digestivo destacam-se aqueles de origem vegetal, com 89% do total e secundariamente os itens de origem animal que somaram 7%. Além dos itens alimentares foram registrados materiais de origem antrópica que contribuíram com 4% do total, principalmente lixo plástico. Dentre os itens de origem vegetal salienta-se a presença de propágulos de mangue de Avicennia schaueriana, encontrado em 56% dos conteúdos estudados. Com base na análise dos conteúdos gastrointestinais estabeleceu-se a largura do nicho trófico e a similaridade na alimentação entre os individuos das diferentes áreas onde estes foram coletados. Para a tartaruga verde, segundo o índice estantardizado de Levin's, a largura de nicho é igual a 0,423 indicando que a espécie é especialista. Em relação a similaridade de alimentação entre os indivíduos constatou-se maior sobreposição entre os individuos encontrados nas áreas de Pontal do Sul e Baía de Paranaguá, e Pontal II e Baía de Guaratuba, que pode ser explicado pela semelhança fisica entre as áreas ou mesmo correntes que transportam os animais já mortos para esses ambientes. Palavras chave: Chelonia mydas, Dieta, Ecologia, Mortalidade, Paraná.pt_BR
dc.format.extent36f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectOceanografiapt_BR
dc.subjectTartaruga marinha - Proteção - Proteçãopt_BR
dc.subjectTartaruga marinha - Paraná - Brasilpt_BR
dc.subjectTartaruga marinha - Ecologia - Ecologiapt_BR
dc.titleEcologia alimentar e mortalidade da tartaruga marinha Chelonia mydas no litoral do Estado do Paranápt_BR
dc.typeTCC Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record