Show simple item record

dc.contributorNoernberg, Mauricio Almeidapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Campus Pontal do Paraná - Centro de Estudos do Mar. Curso de Graduação em Oceanografiapt_BR
dc.creatorAngelotti, Rangelpt_BR
dc.date.accessioned2023-12-15T16:06:45Z
dc.date.available2023-12-15T16:06:45Z
dc.date.issued2004pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/77803
dc.descriptionOrientador: Mauricio Almeida Noernbergpt_BR
dc.descriptionMonografia (graduaçao) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias da Terra, Centro de Estudos do Mar, Curso de Graduaçao em Oceanografiapt_BR
dc.description.abstractPrincipal recurso turistico do municipio de Pontal do Paraná, as praias arenosas são responsáveis pela atração de milhares de pessoas que aumentam a população em 35 vezes durante a temporada de verão. Os guarda-vidas do corpo de bombeiros realizam em média 380 salvamentos de banhistas por temporada em Pontal do Paraná. Através de 437 questionários aplicados aos freqüentadores dos principais balneários, procurou-se avaliar o perfil sócio-econômico e comportamental destes usuários. Verificou-se que 50% dos usuários entrevistados não sabem nadar, 8% já se envolveram em acidentes relacionados ao banho de mar e apenas 20% costumam prestar atenção nas placas de perigo colocadas pelos guarda-vidas. Os postos de guarda-vidas do corpo de bombeiros foram cadastrados com GPS e os dados de salvamentos das últimas cinco temporadas analisadas para cada posto. Os locais de risco permanente foram mapeados através de levantamentos de campo e interpretação de fotos aéreas. Utilizando uma filmagem aérea realizada durante o carnaval 2004, em horário de pico, foi contado o número de pessoas na praia de cada balneário. Posteriormente estimou-se a densidade de usuários em cada setor da praia. Os balneários de Ipanema e Praia de Leste foram identificados como os locais de maior ocorrência de acidentes. Acredita-se que este fato tenha maior relação o perfil comportamental e concentração destas pessoas do que com as condições oceanográficas nos locais dos acidentes. Observa-se também que grande parte dos acidentes ocorre fora do horário de patrulhamento dos guarda-vidas e também na pré temporada (antes do início da operação verão, quando o número de banhistas aumenta, mas ainda não há a presença dos guarda-vidas). Isto evidencia a necessidade de campanhas de prevenção de acidentes com enfoque nos riscos naturais da praia e na maneira de evitá-los.pt_BR
dc.format.extent88f. : il. algumas color., grafs. alguns color, tabs., mapas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectPraias - Paranápt_BR
dc.subjectCosta - Aspectos ambientais - Aspectos ambientaispt_BR
dc.subjectEcologia marinhapt_BR
dc.subjectOceanografia - Paranápt_BR
dc.titleSegurança dos usuários de praia e riscos associados ao banho de mar em Pontal do Paraná-PRpt_BR
dc.typeTCC Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record