Show simple item record

dc.contributor.advisorAlbrecht, Leandro Paiola, 1981-pt_BR
dc.contributor.authorOrso, Giovana, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Curso de Graduação em Agronomiapt_BR
dc.date.accessioned2022-05-01T13:24:41Z
dc.date.available2022-05-01T13:24:41Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/75449
dc.descriptionOrientador: Leandro Paiola Albrechtpt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Palotina, Curso de Graduação em Agronomia.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O milho é uma das culturas mais cultivadas no mundo, sua produtividade está muito aquém de seu potencial máximo, e é geralmente afetado por problemas de estresse ambiental, dentre os quais, destaca-se a baixa fertilidade do solo, que, na maioria das vezes, inclui a deficiência de nitrogênio. Objetivou-se avaliar o desempenho agronômico do milho sob a utilização de fertilizantes nitrogenados, aplicados via foliar. O estudo foi desenvolvido em duas áreas experimentais, a área A no distrito de Pérola Independente e a área B em Palotina, ambos no PR, e de Latossolo Vermelho eutroférrico. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, no esquema fatorial de 2 x 5 (fontes x doses de N), em 4 repetições, totalizando 40 parcelas por área. As fontes de nitrogênio utilizadas foram ureia comum (45%N) e formulado (20% N + 20% K2O + 1% ZnSO4 + 1% NiSO4), nas doses de 0; 2,25; 4,50; 6,75 e 9 kg ha-1 de N, aplicados no estádio de desenvolvimento da cultura, V4-V5, no volume de calda de aplicação de 200 L ha-1 . No decorrer do desenvolvimento da cultura, foram avaliados os parâmetros stand, diâmetro basal do colmo, altura final de planta, altura de inserção da espiga, clorofila (A. B e total), e após a colheita, massa de mil grãos e produtividade. Os dados foram submetidos a análise de regressão (p=0,05 e a 0,10), enquanto o teste F foi conclusivo para comparação das médias entre as fontes (p=0,05), por meio do software SISVAR. Para a área A, não obteve-se diferença significativa para as variáveis inserção da primeira espiga, altura final de plantas e clorofila (A, B e Total). E houve diferença estatística na variável diâmetro basal do colmo. Para massa de mil grãos foi possível ajustar um modelo de regressão quadrática para o formulado e um modelo linear para a ureia. Para variável produtividade, ajustou-se um modelo de regressão quadrática na fonte ureia a 10% de probabilidade, com o ponto de máximo na dose de 5,05 kg ha-1 de N, e produtividade de 9396,1 kg ha-1 . Para a área B, não foi constatada diferença significativa nas variáveis diâmetro basal do colmo, clorofilas (A, B e Total) e massa de mil grãos. Para altura final da planta e para inserção da primeira espiga, houve diferença estatística a 5% de probabilidade entre as fontes E para a variável produtividade, foi possível ajustar um modelo de regressão quadrática para fonte ureia, com o ponto de máximo na dose de 4,80 kg ha-1 de N, na produtividade de 9966,39 kg ha-1 . A aplicação de compostos nitrogenados via foliar na cultura do milho provoca alterações nos caracteres morfológicos e nos componentes de rendimento da cultura, e que a fonte que apresentou maiores respostas em produtividade, foi a ureia, com tendência para a dose de 4,5 kg ha-1 de nitrogênio.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectNitrogeniopt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.titleAplicação foliar de fertilizantes nitrogenados na cultura do milho.pt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record