Show simple item record

dc.contributor.advisorAlmeida, Armando Antunes de, 1925-pt_BR
dc.contributor.authorMatioli, Jose Claretpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia)pt_BR
dc.date.accessioned2022-06-28T17:42:49Z
dc.date.available2022-06-28T17:42:49Z
dc.date.issued1978pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/74736
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Armando Antunes de Almeidapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Curso de Pós-Graduação em Entomologiapt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 144-154pt_BR
dc.description.abstractResumo: Foram estudados, através de um ensaio fatorial, os efeitos resultantes de diferentes infestações iniciais pelo Sitophilus oryzae (0, 5, 10 e 20 casais) e do período de armazenamento (60, 105 e 150 dias) sobre três variedades de milho (Flint Composto, Piranão e híbrido C-111), tanto quantitativamente (perda de peso, resíduos e danos aparentes nos grãos) como qualitativamente (alterações na germinação e na composição química), tendo sido observado, também, o desenvolvimento desta espécie nestes diversos tratamentos. Constatou-se um comportamento diferente das variedades de milho, nos vários tratamentos. O híbrido C-111 foi ornais susceptível, pois apresentou um maior crescimento da população do S. oryzae, uma maior per da de peso, uma maior quantidade de resíduos e um maior número de grãos perfurados; a variedade Flint Composto foi a menos susceptível, embora a cultivar Piranão apresentasse resultados semelhantes aos observados para a Flint Composto. Esta diferença na susceptibilidade foi atribuída, principalmente, à dureza dos grãos e ao teor de carboidratos, influência esta que não se manifestou quando o nível da população do S. oryzae era elevado, nos diferentes tratamentos. No que se refere à germinação, verificou-se que a variedade Flint Composto apresentou, desde o início do ensaio, uma menor capacidade germinativa, o que afetou os resultados subseqüentes do ensaio. Mesmo assim, observou-se que o tamanho da população do S. oryzae e/ou o período de armazenamento foram os fatores que mais influenciaram na capacidade germinativa das sementes de milho. Concluiu-se, ainda, que a infestação inicial, a qualquer nível, foi suficiente para causar anormalidades na germinação. O fato de o S. oryzae demonstrar preferência para se alimentar do endosperma foi relevante nas alterações que se verificaram na com posição química dos grãos de milho. Constatou-se uma elevação no teor de umidade, o que justifica as correções feitas nos outros parâmetros, era função desta alteração; observou-se um aumento relativo no teor de cinzas, devido ao consumo pelos insetos dos outros constituintes do grão; o teor de nitrogênio total aumentou com o decorrer do ensaio, o que pode ser atribuído à presença de produtos de excreção e de estágios imeturos dos insetos no interior dos grãos; o teor de óleo nos grãos decresceu durante o ensaio, devido ao consumo destes compostos pelos insetos, pois são produtos importantes para o seu metabolismo; o índice de acidez do óleo apresentou uma elevação, notadamente nas maiores infestações, quando demonstrou uma fase de crescimento exponencial, e o teor de carboidratos apresentou um decréscimo com o crescimento da população, devido ao consumo pelos insetos e às reações químicas (fermentações, principalmente) favorecidas pelas condições do ensaio. Foram determinadas as equações de regressão e os coeficientes de determinação (r²) para as relações existentes entre todos estes parâmetros e o número de S. oryzae., nos diversos tratamentos, para todas as variedades. Estudou-se, também, a localização dos orifícios de emergência de adultos do S. oryzae nos grãos de milho, constatando-se uma nítida preferência para que a emergência se verificasse na extremidade distai do grão, em relação à sua inserção na espiga. No decorrer do ensaio foi constatada a presença do parasito Choestopila elegans, cujo número foi correlacionado positivamente com o número de S. oryzae, embora em densidades populacionais mais elevadas da praga se verificasse um decréscimo no número de parasitos presentes nas parcelas.pt_BR
dc.description.abstractSummary: In this work the effect of different levels of infestation of Sitophilus oryzae (0, 5, 10 and 20 couples) and different storage periods (60, 105 and 150 days) on three varieties of maize ("Flint Composto", "Piranão" and the hibrid C-lll) were studied according a factorial experiment. The losses in quantity (weight, residues and damaged grains) and, also, in quality (germination and changes of chemical components) were determined, and the number of emergent adults, in all different treatments tested was observed. The hibrid C-lll, amongst the varieties tested, was the variety more susceptible to the attack of S. oryzae, once has presented the higher loss in weight, the higher quantity of residues and the greatest number of damaged grains; "Flint Composto" was the variety less susceptible although the results obtained with variety "Piranão" were not significantly different from this last one. This difference in susceptibility could be attributed, mainly, to the hardness of the grains of maize and, also, to the percentage of carbohydrates in the grain, but only for low population levels, because when the population levels were higher these differences were not observed for all treatments tested. In respect to the germination of the maize seeds it was observed that the variety "Flint Composto" has presented, since the beggining of the trial, a lesser viability to germinate than the others, then could be concluded that the size of population of S. oryzae and/or the storage period were the more influent factors in the germination of maize seed, but once the grain is infested by the rice weevil, at any level, the germination was affected. The preference of rice weevil to feed on the endosperm explained quite all of the alterations that has occurred in the chemical components of the kernel during the period of storage. An increase in the moisture of the grains and in the percentage of ash was observed. Regarding total nitrogen there was, also, an increase that could be due to the frass and to the immature stages existing in the galleries perfurated into the grains by the larvae; the percentage of oil decreased and the acidity has increased, mainly, when the levels of infestation were higher, and the percentage of carbohydrates has decreased with the increase of the rice weevil population, because this part of the grain was consumed by insects. There were determined relationship between all parameters studied and the number of emergent adults, from the different treatments, that were, all of them, significants, at different levels, of significance, and that were expressed by linear, quadratic and cubic regression equations. It was observed that adults of S. oryzae has showed a marked preference to emerge at the distal part of the grains. In this experiment the parasite Choestospila elegans was found in the flasks infested by S. oryzae, with numbers that were correlated with the numbers of rice weevils, but when the level of population of S. oryzae was higher it was verified a decrease in the number of parasites present in the flasks; did not appear parasites in treatments without infestation.pt_BR
dc.format.extent192 f. : il. color.,grafs., tabs. ; 30 cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEntomologiapt_BR
dc.subjectMilho - Armazenamento - Doenças e pragaspt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.titleEfeitos de intensidade da população de Sitophilus oryzae (Linne, 1763) (Coleoptera, Curculionidae) e do período de armazenamento sobre diferentes variedades de milhopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record