Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Sandro Menezes, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorGatti, Alexandra Luiza Schutzpt_BR
dc.contributor.otherKuniyoshi, Yoshiko Saito, 1941-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Botânicapt_BR
dc.date.accessioned2022-06-29T14:38:10Z
dc.date.available2022-06-29T14:38:10Z
dc.date.issued2000pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/74566
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Sandro Menezes Silvapt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Profª Drª Yoshiko S. Kuniyoshipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Curso de Pós-Graduação em Botânicapt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 86-93pt_BR
dc.description.abstractResumo: Realizou-se um estudo florístico e de distribuição vertical do componente epifítico vascular de uma área de Floresta Ombrófila Densa Submontana na Reserva Natural Salto Morato, Guaraqueçaba, litoral norte do Paraná (UTM 7.215.400 e 775.100), Brasil, em uma Reserva Particular do Patrimônio Natural, de propriedade da Fundação O Boticário de Proteção à Natureza. Para a execução do estudo, demarcou-se uma área de cerca de 3 ha em floresta primária, onde foi realizado o sorteio de 30 forófitos com perímetro à altura do peito > 40 cm, que foram amostrados utilizando a técnica de escalada denominada "corda simples". Cada forófito foi dividido em estratos ou intervalos de altura de dois metros, medidos a partir do solo, com uso de uma trena, a fim de investigar a distribuição vertical das epífitas. Foram encontradas 173 espécies de epífitas vasculares, pertencentes a 73 gêneros e 27 famílias, sendo as famílias com maior número de espécies Orchidaceae, Bromeliaceae e Polypodiaceae, com 56, 31 e 12 espécies, respectivamente. A divisão Pteridophyta contou com 45 espécies, 21 gêneros e 13 famílias, enquanto a divisão Magnoliophyta abrangeu 128 espécies, 52 gêneros e 14 famílias. Os gêneros mais numerosos foram Vriesea (13), Peperomia (11) e Maxillaria (9), pertencentes às famílias Bromeliaceae, Piperaceae e Orchidaceae. O número máximo de espécies epifíticas diferentes encontradas sobre um mesmo forófito foi 66; o número médio de espécies epifíticas por forófito foi 26. O número máximo de indivíduos epifíticos encontrado sobre um mesmo forófito foi 3611; o número médio de indivíduos por forófito foi 593. O índice de diversidade de Shannon obtido foi H’ = 4,4323 nats/indivíduo e a eqüidade resultou em E = 0,9120 nats/indivíduo. Quanto às categorias ecológicas, 76% das espécies foram classificadas como holoepífitas verdadeiras, 13% como holoepífitas facultativas, 5,2% como hemiepífitas secundárias, 3,5% como hemiepífitas primárias e 2,3% como holoepífitas acidentais. Observou-se que a riqueza de espécies por estrato concentrou-se na copa, sendo os ramos primários os mais ricos, com 98 espécies, seguido dos ramos intermediários com 90 espécies e dos ramos externos com 61 espécies. Foi possível concluir que o número de espécies epifíticas depende de características dos forófitos como o porte, idade, características de substrato, arquitetura; além de características ambientais, como disponibilidade de luz, umidade, estádio sucessional e estado de conservação da área em questão. As espécies com maior valor de importância epifítico foram Nidularíum innocentii var. paxianum, Monstera adansonii, Vriesea carinata, Philodendron propinquun e Clidemia blephanodes. O presente levantamento acrescentou 37 novas espécies à coleção do Herbário do Departamento de Botânica da Universidade Federal do Paraná.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: It has been realized a study of the floristic and the vertical distribution of the vascular epiphytic component of an area of Atlantic Rainforest in the Salto Morato Natural Reserve, Guaraqueçaba, North littoral of Paraná (UTM 7.215.400 e 775.100), Brazil, within a Private Reserve of the Natural Heritage, property of Fundação O Boticário de Proteção à Natureza. In order to accomplish the study, it has been demarcated an area of about 3 hectares in Primary Forest, where it has been cast lots for 30 phorophytes with perimeter at breast height > 40 cm, which have been sampled utilizing the climbing technique named "simple rope". Each phorophyte has been divided into two meters high layers or intervals, measured from the floor up, using a fillet, aiming at figuring the vertical distribution of the epiphytes. It has been encountered 173 species of vascular epiphytes, belonging to 73 genera and 27 families, the families with the greater number of species being the Orchidaceae, Bromeliaceae and Polypodiaceae, performing 56, 31 and 12 species, respectively. The Pteridophyta division has been represented by 45 species, 21 genera and 13 families, while the Magnoliophyta division ranged 128 species, 52 genera and 14 families. The most abundant genus were the Vriesea (13), Peperomia (11) and Maxillaria (9), belonging to the Bromeliaceae, Piperaceae and Orchidaceae families. The biggest amount of different epiphytes species found upon one phorophyte was 66; the average number of species per phorophyte was 26.The maximum number of individuals per phorophyte was 3611; the average number of individuals per phorophyte was 593. The diversity index of Shannon obtained was H’ = 4,4323 nats/individual and the evenness resulted in E = 0,9120 nats/individual. Regarding the ecological categories, 76% of the species were classified as trully holoepiphyte* 13% as facultative holoepiphyte, 5,2% as secondary hemiepiphyte, 3,5% as primary hemiepiphyte and 2,3% as accidental holoepiphyte. It has been equally observed that the richness of species per stratum are concentrated in the treetop, being the primary branches the richer ones, with 98 species, followed by the intermediate branches with 90 species and the external branches with 61 species. It was made possible to conclude that the number of epiphytes species depends on the phorophytes characteristics such as size, age, substratum features and architecture, besides environmental features like light availability, humidity, successional stage as well as the conservation state of the focused area. Species with greater value of importance were Nidularium innocentii var. paxianum, Monstera adansonii, Vriesea carinata, Philodendron propinquun and Clidemia blepharodes. The current survey has added 37 new species to the collection of the Herbarium of the Botanic Department of Federal University of Paraná.pt_BR
dc.format.extent93 f. : il. color., grafs., tabs., mapas ; 30cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectBotânicapt_BR
dc.subjectEcologia vegetalpt_BR
dc.subjectFloresta ombrofila - Guaraqueçaba (PR)pt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectBotânicapt_BR
dc.titleO componente epifítico vascular na reserva natural Salto Morato, Guaraqueçaba - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record