Show simple item record

dc.contributor.authorOliveira, Paula Andressa dept_BR
dc.contributor.otherMassuchin, Michele Goulartpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2021-12-13T16:24:33Z
dc.date.available2021-12-13T16:24:33Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/72588
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Michele Goulart Massuchinpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa : Curitiba, 29/06/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 173-187pt_BR
dc.description.abstractResumo: Além de legislar e fiscalizar, o parlamento - instituição representativa que caracteriza as democracias modernas - tem entre suas atribuições representar. A partir dos ganhos democráticos que os aparatos tecnológicos podem oferecer, atrelado ao uso das redes digitais que auxiliam na visibilidade e construção da imagem política, as casas legislativas buscam acompanhar o desenvolvimento das tecnologias da mesma forma. Deste modo, esta dissertação tem por objetivo analisar como as Câmaras do Paraná integram suas práticas de accountability, proximidade e de transparência às dinâmicas estabelecidas no Facebook. Busca-se explorar como as casas do Estado têm se apresentado nas redes, seja para ampliar o acesso popular às deliberações políticas, servindo como ferramenta de prestação de contas ou estabelecendo aproximação entre representantes e representados. A proposta empírica da pesquisa de cunho quantitativo e qualitativo é composta por três etapas: o mapeamento das Câmaras e sua inserção no Facebook, a análise do conteúdo disponibilizado na plataforma e a compreensão da percepção das assessorias legislativas por meio de entrevistas semiestruturadas. O recorte temporal da coleta representa os meses de outubro e novembro de 2019, resultando em 3.832 postagens elaboradas por 130 câmaras que, naquele momento, possuíam páginas ativas e atualizadas. Com o percurso baseado na triangulação metodológica chegamos a algumas considerações. Um dado positivo sobre accountability e transparência é que, mesmo quando há personalização da comunicação, existe direcionamento da imagem do agente político por conta da divulgação dos atos oficiais. Quanto à proximidade, os números mostram que a relação entre representantes e representados se efetiva mais pela intenção de tornar-se próximo do que pelo diálogo de fato. Outros indicativos apontam que as lives das sessões chamam muito a atenção do público, especialmente das menores cidades, assinalando um futuro promissor ao formato. As entrevistas com profissionais denotam uma mazela relativa à contratações, em especial via provimento efetivo, algo que impacta na liberdade do agendamento das publicações e no trabalho constante e sem intromissões políticas. Por fim, levando em conta os dados socioeconômicos do Paraná, o Estado de maneira geral deixa a desejar na divulgação, sugerindo que o problema não é financeiro, mas administrativo. A contribuição da pesquisa, defendese, é importante por observar as redes digitais das câmaras locais que, em comparação com as demais vertentes dentro dos estudos sobre legislativos, ainda é recente. A abordagem também vislumbrou recortar práticas e formas de uso da rede que possam corroborar nas rotinas produtivas dos parlamentos locais.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This dissertation aims to analyze how the Municipal Chambers of Paraná integrate practices of accountability, proximity, and transparency to the established dynamics on Facebook. It seeks to explore how the State's legislative houses have been presenting themselves on digital networks, whether to expand the popular access to political deliberations, serving as accountability tools, or to establish proximity between the representatives and the represented. The empirical proposal of this qualitative and quantitative research is comprised of three stages: the mapping of Chambers and their insertions on Facebook, the analysis of the content available on the platform and the comprehension of legislative advisory committees' perceptions through semistructured interviews. The data collection's time frame was between October 2019 and November 2019, resulting in 3.832 posts by 130 chambers that, during such period, had active and updated pages. Given the methodological path, we reach some remarks. A positive data on accountability and transparency is that, even when there is a personification of communication, the political agent's image direction exists due to the dissemination of official acts. As for proximity, the numbers show that the relationship between representatives and the represented is effected more by the intention of becoming close than by actual dialogue. Other indications point out that the sessions' live streaming attracts a lot of public attention, especially in small towns, signaling a promising future for the format. The interviews with professionals denote a shortcoming related to the hiring of employees, especially via permanent employment, something that impacts the freedom of publications scheduling and the constant work without political interference. Finally, taking into account the socioeconomic data of Paraná and thinking about the democratic gains of the network, the state in general leaves a lot to be desired in the disclosure, suggesting that the problem is not financial.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (191 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComunicação políticapt_BR
dc.subjectComunicação públicapt_BR
dc.subjectRedes sociaispt_BR
dc.subjectPoder legislativopt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.titleDe Abatiá a Xambrê : uma análise sobre a atuação dos Legislativos Municipais Paranaenses no Facebookpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record