Show simple item record

dc.contributor.advisorDitterich, Rafael Gomes, 1981-pt_BR
dc.contributor.authorAlmeida, Pedro Henrique de, 1980-pt_BR
dc.contributor.otherSantos, Deivisson Vianna Dantas dospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Famíliapt_BR
dc.contributor.otherFundação Oswaldo Cruzpt_BR
dc.contributor.otherAssociaçao Brasileira de Saúde Coletivapt_BR
dc.date.accessioned2021-12-29T13:58:22Z
dc.date.available2021-12-29T13:58:22Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/72521
dc.descriptionOrientador: Prof. Rafael Gomes Ditterichpt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Deivisson Vianna Dantas dos Santospt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família Paraná, em rede com a Fundação Oswaldo Cruz e Associação Brasileira de Saúde Coletiva. Defesa : Curitiba, 29/06/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Os últimos vinte anos assistiram a importantes mudanças no Sistema Único de Saúde (SUS), entre as quais a adoção da Estratégia de Saúde da Família como modelo prioritário de organização da Atenção Primária a Saúde (APS), a criação de sistemas para a avaliação de desempenho do sistema de saúde e a reorganização do sistema público de saúde em Redes de Atenção à Saúde. O aumento nas taxas de internações hospitalares por condições sensíveis a atenção primária a saúde (CSAP), pode significar a existência de problemas de acesso e/ou de desempenho do sistema de saúde, especialmente por deficiências relacionadas à APS, podendo ser, portanto, utilizado como indicador da qualidade global do sistema de saúde, especialmente para os atributos da atenção básica. Entretanto, a expansão do modelo de atenção às urgências centrados em unidades de Atendimento Pré-hospitalar, capazes de realizar atendimentos análogos à um internamento hospitalar formal, mas sem o devido registro no Sistema de Informação Hospitalar do SUS (SIH-SUS), pode estar comprometendo a acurácia do índice de Internações por CSAP (ICSAP). O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de analisar o grau de conhecimento sobre o tema na literatura, bem como as relações existentes entre a implantação das Redes de Atenção às Urgências (RAU) com o índice de ICSAP no município de Curitiba-PR, especialmente no que tange aos "internamentos" verificados nas UPA24h, entre 2017 e 2020. Os resultados obtidos nesta pesquisa ampliam a dimensão do conhecimento sobre o índice de ICSAP, confirmando a existência de uma nova fragilidade em sua acurácia, especialmente importante no contexto da saúde pública do Brasil.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The last twenty years have seen important changes in the Brazilian Health System, including the adoption of the Family Health Strategy as a priority model for organizing Ambulatory Health Care (AHC), the creation of systems for the evaluation of the health system's performance and the reorganization of the public health system in Health Care Networks. The increase in hospital admission rates due to ambulatory care sensitive conditions (ACSC) may mean problems in access and/or performance at the health system, especially due to deficiencies related to AHC, which can, therefore, be used as an indicator of its global quality, especially at primary care attributes. However, the expansion of the emergency care model centered on Pre-Hospital Units, capable of providing care analogous to a formal hospitalization but without proper registration in the Hospital Information System, may be compromising the accuracy of the ACSC Admissions Index. The present work was developed with the purpose of analyzing the knowledge about the subject in the literature, as well the relations between the implantation of the Emergency Care Networks with the ACSC Admissions index in the city of Curitiba-PR, especially regarding the "admissions" verified in the UPA24h, between 2017 and 2020. The results obtained in this research expand the amount of knowledge about the ACSC Admission index, confirming the existence of a new weakness in its accuracy, especially important in the Brazilian public health context.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (78 p.) : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectHospitalizaçãopt_BR
dc.subjectCuidados Primários de Saúdept_BR
dc.subjectServiços médicos de emergênciapt_BR
dc.subjectAssistência ambulatorialpt_BR
dc.subjectAvaliação em saudept_BR
dc.titleInternações por condições sensíveis à atenção primária em Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) na capital do estado do Paranápt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record