Show simple item record

dc.contributor.authorBernardi, Karina Lançoni, 1981-pt_BR
dc.contributor.otherPanke, Luciana, 1972-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2021-12-13T18:42:01Z
dc.date.available2021-12-13T18:42:01Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/72123
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Luciana Pankept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa : Curitiba, 16/06/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 95-100pt_BR
dc.description.abstractResumo: A pesquisa apresenta um estudo sobre a constituição da Imagem Pública nas campanhas eleitorais de 2016 e 2020, de quatro vereadoras de Curitiba que foram eleitas pela primeira vez em 2016. A fundamentação teórica tem como base as teorias ligadas à dominação simbólica de gênero, à inserção das mulheres na política, campanhas eleitorais para mulheres, diferenciais das campanhas municipais, posicionamento e Imagem Pública de agentes políticos, tais como Bourdieu (2012), Biroli (2012, 2018), Panke (2011, 2016, 2020, 2021), Weber (2004), Lipovetsky (2007). O estudo empírico se desenvolveu a partir de uma pesquisa exploratória dos materiais das campanhas eleitorais de 2016 e 2020 em suas redes sociais digitais (Facebook, Instagram, Youtube e Twitter) e com entrevistas em profundidade realizadas com as vereadoras. O objetivo foi traçar o perfil comunicacional e verificar de que forma se deu a projeção da Imagem Pública das vereadoras, no discurso eleitoral das então candidatadas, na primeira campanha e na tentativa de reeleição, comparando as campanhas (2016 e 2020), a fim de identificar diferenças e semelhanças. Para isso, optou-se por analisar as campanhas eleitorais apenas das vereadoras que estavam em seu primeiro mandato, para que fosse possível verificar a profissionalização das campanhas eleitorais antes de exercerem o mandato e, após, já concorrendo à reeleição. Por fim, o estudo fez uma triangulação dos dados obtidos na análise dos materiais de campanha das então candidatas nas eleições de 2016 (eixo X) e de 2020 (eixo Y), com as entrevistas realizadas com as parlamentares (eixo Z), a partir de análise qualitativa, com base nas tipologias estabelecidas por Panke (2016), para classificar as candidatas entre Guerreira, Maternal e Profissional. Os resultados encontrados são de que três das quatro candidaturas analisadas neste estudo exploraram o papel de cuidadora na constituição da Imagem Pública, sendo classificadas como candidatas Maternais. Uma das candidatas destacou sua capacidade técnica e profissional na campanha de 2016, migrando do perfil Mulher Profissional em 2016 para a tipologia de Mulher Guerreira em 2020. Palavras-chave: Comunicação Política. Vereadoras de Curitiba. Imagem Pública. Campanhas Eleitorais para Mulheres. Comunicação Eleitoral.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The research presents a study on the constitution of the Public Image in the 2016 and 2020 election campaigns of four city councilors from Curitiba who were elected for the first time in 2016. The theoretical foundation is based on theories linked to the symbolic domination of gender, to insertion of women in politics, electoral campaigns for women, differentials in municipal campaigns, positioning and Public Image of political agents, such as Bourdieu (2012), Biroli (2012, 2018), Panke (2011, 2016, 2020, 2021), Weber ( 2004), Lipovetsky (2007). The empirical study was developed from an exploratory survey of materials from the 2016 and 2020 election campaigns on their digital social networks (Facebook, Instagram, Youtube and Twitter) and with in-depth interviews conducted with the councilors. The objective was to trace the communication profile and verify how the projection of the Public Image of the councilors took place, in the electoral discourse of the then candidates, in the first campaign and in the reelection attempt, comparing the campaigns (2016 and 2020), in order to identify differences and similarities. For this, it was decided to analyze the electoral campaigns only of councilors who were in their first term, so that it would be possible to verify the professionalization of electoral campaigns before exercising the mandate and, after, already running for reelection. Finally, the study triangulated the data obtained in the analysis of the campaign materials of the then candidates in the 2016 (X) and 2020 (Y) elections, with interviews carried out with female parliamentarians (Z), from of qualitative analysis, based on the typologies established by Panke (2016), to classify the candidates into Warrior, Maternal and Professional. The results found are that three of the four candidacies analyzed in this study explored the role of caregiver in the constitution of the Public Image, being classified as Maternal candidates. One of the candidates highlighted her technical and professional capacity in the 2016 campaign, migrating from the Professional Woman profile in 2016 to the Warrior Woman profile in 2020. Keywords: Political Communication. City Councilors of Curitiba. Public Image. Election Campaigns for Women. Electoral Communication.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (104 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComunicação políticapt_BR
dc.subjectVereadores - Curitiba (PR)pt_BR
dc.subjectCampanhas eleitoraispt_BR
dc.subjectMulheres na politicapt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.titleA imagem pública das vereadoras de Curitiba : uma análise das campanhas eleitorais de 2016 e 2020pt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record