Show simple item record

dc.contributor.advisorCamargo, Hertez Wendel dept_BR
dc.contributor.authorOliveira, Arthur Carlos Franco, 1990-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2021-12-13T16:01:14Z
dc.date.available2021-12-13T16:01:14Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69123
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Hertz Wendel de Camargopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa : Curitiba, 25/03/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 197-208pt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho investiga quatro filmes que tem a alimentação como temática principal a partir do enfoque dos aspectos culturais e sociais do ato de comer. Fundamentados na análise fílmica nos moldes propostos por Vanoye e Goliot-Lété (2002) e na metodologia da quaternidade mítica desenvolvida por Canevacci (1984), que busca apontar os arquétipos Pater, Filius, Diabolus e Spiritus em produções audiovisuais, nos debruçamos sobre as obras Chocolate (2000), Ratatouille (2007), Estômago (2007) e Muito Além do Peso (2012) para examinar de que formas a alimentação se apresenta como um fenômeno biocultural. Partindo da perspectiva que encara o cinema como um objeto de estudo capaz de revelar as articulações sociais exteriores à tela através da observação de conteúdos presentes no imaginário social que encontram princípios significantes na realidade, examinamos as estruturas diegéticas das narrativas em busca de elementos de intercâmbio entre a realidade sensível e aquela representada que apontam como a comida opera em cada filme como agente de movimentação social e cultural nas trocas simbólicas relacionadas à alimentação. A prioridade de análise foca-se em como os elementos narrativos compõem a obra ao perceber os sentidos de circulação dos significados da cultura através dos deslocamentos e trajetórias realizadas pelos personagens no desenvolvimento do filme como um todo, se fundamentando não apenas nos aspectos técnicos, mas, sobretudo, na interpretação da narração traduzida aqui em cenas, comportamentos, atitudes e diálogos de personagens e na evolução das relações interpessoais dentro do longa. Os resultados apontam que em Chocolate (2000) a comida dialoga intrinsecamente com questões ligadas à identidade e pertencimento, enquanto Ratatouille (2007) transmite como os hábitos alimentares se apresentam como um produto cultural e se constituem como elemento distintivo da sociedade civilizada. Já em Estômago (2007), são os componentes ligados à socialização e à integração entre os sujeitos que articulam a concepção cultural do alimento, e em Muito Além do Peso (2012) são expostas questões sobre a McDonaldização dos costumes e a desestruturação das práticas alimentares em décadas recentes. Além disso, concluímos que a comida extrapola sua materialidade frente à mesa cinematográfica (a tela), não apenas trabalhando no espectador as suas propriedades organolépticas, mas sobretudo operando na construção de significados socioculturais através de um diálogo constante com o universo simbólico do público. Palavras-chave: Alimentação. Cinema. Canevacci. Comida. Quaternidade Mítica.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present work investigates four films that have food as the main theme from the focus of cultural and social aspects of the act of eating. Based on film analysis along the lines proposed by Vanoye and Goliot-Lété (2002) and on the mythical quaternity methodology developed by Canevacci (1984), which seeks to point out the archetypes Pater, Filius, Diabolus and Spiritus in audiovisual productions, we look at the works Chocolate (2000), Ratatouille (2007), Estômago - A Gastronomic Story (2007) and Way Beyond Weight (2012) to examine how food presents itself as a biocultural phenomenon. Starting from the perspective that sees cinema as an object of study capable of revealing the social articulations external to the screen through the observation of contents present in the social imaginary that find significant principles in reality, we examine the diegetic structures of the narratives in search of elements of exchange between the sensitive reality and that represented, which point out how food operates in each film as an agent of social and cultural movement in symbolic exchanges related to food. The analysis priority focuses on how the narrative elements compose the work by perceiving the meanings of circulation of the meanings of culture through the displacements and trajectories made by the characters in the development of the film as a whole, based not only on technical aspects, but especially in the interpretation of the narration translated here into scenes, behaviors, attitudes and dialogues of characters and in the evolution of interpersonal relationships within the feature. The results show that in Chocolate (2000) food dialogues intrinsically with issues related to identity and belonging, while Ratatouille (2007) conveys how eating habits are presented as a cultural product and constitute a distinctive element of civilized society. In Stomach - A Gastronomic Story (2007), it is the components linked to socialization and integration between the subjects that articulate the cultural conception of food, and in Way Beyond Weight (2012) questions about McDonaldization of society and the disruption of eating practices are exposed in recent decades. In addition, we conclude that food extrapolates its materiality in front of the cinematographic table (the screen), not only working on the viewer its organoleptic properties, but above all operating on the construction of sociocultural meanings through a constant dialogue with the symbolic universe of the public. Keywords: Food. Cinema. Canevacci. Mythical Quaternity.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (238 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectAlimentospt_BR
dc.subjectCinemapt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.titleA comida no cinema : identidades, gostos, afetos e víciospt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record