Show simple item record

dc.contributor.advisorFreitas, Artur, 1975-pt_BR
dc.contributor.authorBortolon, Flavia Jakemiu Araujo, 1984-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2021-01-18T23:36:07Z
dc.date.available2021-01-18T23:36:07Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/67165
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Artur Correia de Freitaspt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa : Curitiba, 28/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 161-167pt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo desta tese é mapear e interpretar as representações desviantes da masculinidade normativa do grupo Dzi Croquettes publicadas na imprensa brasileira durante os anos 1970, período em que a censura moral foi implementada oficialmente pelos governos militares. O Dzi Croquettes era um grupo formado por 13 homens, que em seus espetáculos misturavam trechos de encenação humorada com dança; os artistas trajavam peças comuns ao vestuário feminino, que se mesclavam ao corpo dos atores, tidos como padrão masculino, como barbas e pelos, no objetivo de desconstruir ou flexibilizar os limites da binaridade de gênero. Não reconhecendo plenamente o intento, a imprensa, todavia descrevia os artistas como andróginos, e buscava enquadrá-los dentro de uma sexualidade reconhecível, mesmo que remetesse à homossexualidade masculina ou ao travestismo, que grande parte da sociedade conservadora considerava como um desvio moral. Somese a isso que os meios de comunicação e os artistas da década de 1970 sofriam com as rígidas leis da ditadura miliar, que censurava e proibia produtos culturais que pudessem ser classificados como um ataque à moral e aos bons costumes. Assim, a questão da ambiguidade dos gêneros e o discurso do grupo sobre serem "nem homens nem mulheres" enroscava na censura. A metodologia de pesquisa escolhida para a análise do grupo foi um levantamento histórico-documental de fontes selecionadas dos maiores veículos impressos de circulação nacional no período de formação do grupo Dzi Croquettes, em 1962, até o seu término, em 1980, confrontando as fontes com a bibliografia que abarca imagem e gênero. A partir das imagens selecionadas nos meios de comunicação foram realizadas análises baseadas em discussões preexistentes de Burke e Soulages; e na questão da homossexualidade masculina brasileira, a partir dos livros dos historiadores J. Green e Trevisan. Palavras-chave: Dzi Croquettes. Masculinidade. Imprensa. Censura. Gênero.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The aim of this paper is to investigate how Brazilian newspapers and magazines publications, in the 1970s, described the heteronormative masculinity patterns based on the Dzi Croquettes group's performances, considering the country experienced a period of moral censorship legally implemented by the military government. Dzi Croquettes was a group of 13 men whose presentations mixed humorous staging and dances; the artists wore ordinary clothes with feminine accessories and makeup though their bodies had features considered masculine, such as beard and hair, leaving it unclear to the audience which genre they intended to represent. The aim was to question and deconstruct the limits of the gender binarity. The press however described those artists as androgynous or homossexuals, trying to fit them into a recognizable category of sexuality, and part of the media and the conservative society understood homosexuality as a moral deviation. The press, like artists in the 1970s, struggled with laws imposed by the government which censored and banned cultural products that could be interpreted as an attack on morals and good manners, and the ambiguous gender issue shown by the costumes worn on the stage plus the group's speech "neither men nor women" found barriers in censorship. Keywords: Dzi Croquettes. Masculinity. Press. Censure. Genderpt_BR
dc.format.extent177 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDzi Croquettes (Grupo teatral)pt_BR
dc.subjectMasculinidadept_BR
dc.subjectCensurapt_BR
dc.subjectImprensa - Brasilpt_BR
dc.subjectGêneropt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleCorpos (tra)vestidos : a imagem desviante do grupo Dzi Croquettes na imprensa brasileira dos anos 1970pt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record