Show simple item record

dc.contributor.advisorHonesko, Vinícius Nicastro, 1981-pt_BR
dc.contributor.authorAndrade, Leonardo Bento dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2019-05-17T19:28:50Z
dc.date.available2019-05-17T19:28:50Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59964
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Vinícius Nicastro Honeskopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Letras. Defesa : Curitiba, 26/02/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.89-94pt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente pesquisa tem como objetivo analisar o processo de construção da figura e da obra de José Guadalupe Posada (1852-1913) para a elaboração de uma narrativa de identificação nacional no México. Diego Rivera (1886-1957) é um dos precursores na associação do gravurista à figura de um genial e inovador artista popular. Rivera, em Sueno de una tarde dominical en la Alameda Central (1947), coloca ao centro da obra, que sintetiza parte da história mexicana, aquela que passaria a ser a calavera mais emblemática de Posada. A C atrina, um esqueleto vestido como uma dama da elite mexicana, aparece junto de Posada e de uma jovem versão de Diego Rivera. Assim, como uma família, pai, mãe e filho concentram a confluência dos mais de quatrocentos anos de história ligados ao México. Essa relação, será pensada através do modelo jesianos de máquina mitológica associado aos conceitos warburguianos de Pathosformeln e Nachleben. Palavras-chave: Calavera. Máquina Mitológica. Sobrevivências.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present research aims to analyze the process o f construction o f the figure and work of José Guadalupe (1852-1913) for the elaboration o f a narrative o f national identification in Mexico. Diego Rivera (1886-1957) is one o f the precursors in the association of the gravurist to the figure o f a genius and innovative popular artist. Rivera, in Sueno de una tarde dominical en la Alameda Central (1947), puts to the center o f the work, which synthesizes part o f the M exican history, that would become the most emblematic calavera o f Posada. The Catrina, a skeleton dressed as a lady of the Mexican elite, appears next to Posada and a young version of Diego Rivera. Thus, as a family, father, m other and son concentrate the confluence of more than four hundred years of history linked to Mexico. This relationship will be thought through the model of the jesian mythological machine associated with the warburgian concepts of Pathosformeln and Nachleben. Key-words: Calavera. Mythological Machine. Survivals.pt_BR
dc.format.extent94 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCultura - Méxicopt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.subjectPosada, José Guadalupe, 1852-1913pt_BR
dc.subjectMexico - Históriapt_BR
dc.titleAs Cavaleras de Posada : fórmulas, sobrevivência e mortept_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record