Show simple item record

dc.contributor.authorJacques, Michelle Tomassini, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherPan, Miriam Aparecida Graciano de Souzapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.date.accessioned2019-05-27T14:10:22Z
dc.date.available2019-05-27T14:10:22Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/58048
dc.descriptionOrientadora: Prof.ª Dr.ª Miriam Aparecida Graciano de Souza Panpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Defesa : Curitiba, 31/07/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.130-137pt_BR
dc.description.abstractResumo: Apesar da transição ao ensino superior e seus desafios serem temáticas estudadas há mais de cinquenta anos, tais questões permanecem necessitando de respostas e novos estudos, pois conforme apontam as estatísticas de diversos países, a evasão estudantil, especialmente no primeiro ano, segue um dos grandes problemas paras as universidades. O presente trabalho insere-se no campo da psicologia educacional no ensino superior e constitui-se uma pesquisaintervenção de caráter qualitativo. Realizou-se uma análise acerca dos sentidos da transição ao ensino superior e seus efeitos subjetivos num grupo de estudantes. Participaram desse estudo 37 calouros do curso de psicologia da UFPR, com idades entre 18 e 56 anos. Objetivou-se compreender responsivamente os efeitos da cultura acadêmica no processo de transição, a partir das práticas formativas e das experiências cotidianas dos participantes e a partir disso indicar as principais dificuldades e necessidades enfrentadas por esse grupo de estudantes, contribuindo com a construção de indicadores de política de acolhimento estudantil. Utilizou-se da metodologia de Rodas de Conversa de fundamentação bakhtiniana e Oficinas criativas, como propostas pelo Projeto PermaneSendo. Com base nos encontros com os estudantes, constatouse o choque sentido pelos ingressantes em virtude de um universo com suas novas regras, linguagens e relações. A transição à universidade mostrou-se ser um processo que necessita de políticas sólidas de apoio e suporte estudantil. Os encontros fomentaram o compartilhar e ressignificar de experiências cotidianas, promovendo a construção de alternativas de superação dos diversos obstáculos enfrentados no contexto universitário, assim como o protagonismo e permanência estudantil. Palavras-chave: Universidade Pública; Transição ao ensino superior; Psicologia; Subjetividade; Bakhtin; Rodas de Conversa; Oficina de humor.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Although researchers study student transition to higher education for over fifty years, the subject remains in need of further research and answers. Statistics of different countries show that student evasion, especially within the first year of university is a big challenge for universities. This study is a qualitative narrative analysis, concentrated in the field of Educational Psychology for higher education. This study analyzed the meaning and subjective effects of transition to higher education in a group of 37 Psychology freshmen, aged 18 to 56. The objectives of this study was to understand responsively the effects of academic culture in the transition process to university based on educational practices and student experience. In addition, it aimed to indicate the main difficulties and necessities dealt with by this group of freshmen, as well as contribute with indicators for public policies focused on student welcoming. The methodology used in this study were Conversation Circles and creative workshops based on Bakhtin's language philosophy, as proposed by Permanesendo. The results showed that the transition of this group of freshmen to university lead to feelings of shock due to the unfamiliar rules, languages and forms of relations encountered. Transition to higher education showed itself to be a process, which needs solid student support and policies. The Conversation Circles promoted the exchange of student experience, and new meaning of the challenges faced, promoting the construction of alternative approaches to overcoming challenges faced in university context, as well as student leadership and student retention. Keywords: Public university; Transition to higher Education; Psychology; Subjectivity; Bakhtin; Conversation Circles; Humoristic Workshops.pt_BR
dc.format.extent138 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPsicologia educacionalpt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.subjectEstudantes universitarios - Psicologiapt_BR
dc.titleOs sentidos da transição ao ensino superior e seus efeitos subjetivos nos estudantes de psicologia de uma universidade públicapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record