Show simple item record

dc.contributor.advisorPinheiro, Nadja Nara Barbosa, 1957-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.creatorPereira, Miriane Elisabeth de Souzapt_BR
dc.date.accessioned2022-12-22T19:52:34Z
dc.date.available2022-12-22T19:52:34Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/45968
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Nadja Nara Barbosa Pinheiropt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Defesa: Curitiba, 28/09/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 100-102pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Psicologia Clínicapt_BR
dc.description.abstractResumo: A partir do trabalho clínico psicanalítico singular transcorrido em diferentes contextos institucionais, entre as inúmeras questões suscitadas acerca da circulação do dinheiro em suas dependências, em termos de presença ou ausência, a presente dissertação privilegiou o estudo da relação entre dinheiro e economia psíquica. Com esse objetivo utilizou-se do caso conhecido como "Homem dos Ratos", descrito no artigo freudiano Observações sobre um caso de neurose obsessiva (1909), como ferramenta para o estudo desta relação. A dissertação começa com uma síntese do caso clínico freudiano, seguida de uma reflexão sobre a questão do dinheiro nele existente. Tal consideração permitiu a demarcação do contexto teórico elaborado por Freud à época do tratamento e evidenciou indícios que o autor percebe a existência de uma relação entre dinheiro e sexualidade. Nesse sentido, o primeiro capítulo contemplou as elaborações teóricas referentes à primeira tópica e primeira teoria pulsional freudiana sublinhando a questão da atemporalidade psíquica que nos permite compreender que as vivências primitivas são passíveis de se (re)atualizarem na vida adulta. Destacando a relevância das fases pré-genitais da organização da sexualidade, uma conexão simbólica entre "dinheiro" e "falo-pênis-fezes" foi anunciada. Também, destacou-se que na fase sádico-anal a relação entre as fezes e controle de satisfação de si e dos outros começa a se caracterizar e estabelecer possibilidades de diferenciação entre o Eu e seus objetos. Por essa razão, recorreu-se à problematização do estágio de narcisismo, no qual as delimitações entre o Eu e os seus objetos são demarcadas, assim como as instâncias ideais constituídas, a partir do que pôde-se enfatizar o conflito vivenciado pelo paciente entre sustentar o próprio desejo ou submeter-se às expectativas parentais. Com o objetivo de compreender as bases deste conflito recorreu-se a alguns conceitos elaborados por Freud no âmbito da segunda tópica e segunda teoria pulsional. Assim, no segundo capítulo da dissertação, inicialmente, apresentou-se o conceito de compulsão à repetição, a partir do qual problematizou-se a situação da dívida do pincenê, o que levou à necessidade de uma compreensão sobre a formação do Super-eu. Com o estudo do Super-eu, a dimensão simbólica fez-se evidente, apontando haver um deslizamento entre os instrumentos passíveis de regular o prazer de si e dos outros nas suas relações afetivas e amorosas: da ineficácia no uso das fezes, passou-se à interdição do uso do pênis (ao considerar que este uso remete ou à sua perda - via castração - ou à realização dos desejos proibidos), culminando na possibilidade do (ab)uso do dinheiro. Ao final do trabalho, uma perspectiva de futuro estudo foi anunciada: a compreensão do dinheiro em sua dimensão fálica. Palavras-chaves: dinheiro, economia psíquica, fezes/pênis/falo, homem dos ratos.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: From the psychoanalytic clinical work done in different institutional contexts, among many questions raised the presence or absence of money on treatment, this dissertation focused on the study of the relationship between money and psychic economy. For this purpose, we used a Freudian case known as "Rat Man", an article that is called "Notes upon a Case of Obsessional Neurosis" (1909) as a tool for the study of this relationship. The dissertation begins with a summary of the case followed by a reflection on the issue of money in it. This consideration led to the contextualization of the theoretical context of treatment and also showed some evidence that Freud stated that there is a relationship between money and sexuality. In this sense, the first chapter is about the context of the first Freudian topic and the first drive theory which presented characteristics of the psychic apparatus, emphasizing the issue of psychic timelessness that allows us to understand that early experiences are likely to be (re) updated in adulthood. Highlighting the importance of the pre-genital stages of sexuality organization, a symbolic connection between the element "money" with the objects "phallus-penis-feces" was announced. It was also highlighted that in the anal-sadistic phase the relationship between the stool and control of one's satisfaction and others begins to characterize and establish possible differences between the Self and the objects. For this reason, it was resorted to problematize the concept of narcissism, in which the boundaries between the Self and its objects are marked as well as the ideal constituted instances. The conflict experienced by the patient was emphasized as either supporting his own desire or submitting to parental expectations. In order to understand the basis of this conflict, the second chapter attempts to make some considerations about the money issue in the context of the second Freudian topic. To do so, the concept of compulsion to repetition was introduced, from which problematized to pince-nez debt situation. Such elaborations led to the need of understanding the formation of the Super-ego. With the study of the Super-ego, the symbolic dimension became evident, indicating there is a slip of instruments capable of regulating the pleasure of the subject in their emotional and romantic relationships: bringing out the issue of the use of stool, then the prohibition of the use of the penis (considering that this use refers or to its loss - via castration - or the execution of forbidden desires), and resulting from these passages the possibility of (ab)use of money. At the end of this work, a prospect of future study was announced: the understanding of money in its phallic dimension. Keywords: money, psychic economy, stool / penis / phallus, rat man.pt_BR
dc.format.extent103 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.subjectPsicanálisept_BR
dc.subjectEconomia - Psicologiapt_BR
dc.subjectNeuroses - Estudo de casospt_BR
dc.title'Tantos florins, tantos ratos' : considerações sobre dinheiro e dinâmica psíquica a partir do caso do "Homem dos Ratos"pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record