Show simple item record

dc.contributor.advisorValore, Luciana Albanesept_BR
dc.contributor.authorCavallet, Luiza Helena Raittzpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.date.accessioned2020-02-27T11:58:00Z
dc.date.available2020-02-27T11:58:00Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/45167
dc.descriptionOrientadora: Profª. Drª. Luciana Albanese Valorept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Defesa: Curitiba, 09/03/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 135-139pt_BR
dc.description.abstractResumo: A Residência Multiprofissional em Saúde foi regulamentada como pós-graduação lato sensu em 2005. Seu objetivo é formar profissionais de saúde em conformidade com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde. Até o momento, poucos estudos abordaram os impactos desta modalidade de formação e a inserção profissional de seus egressos, o que impulsionou a realização desta pesquisa. Esta diferencia-se da literatura devido às características do programa estudado e por fundamentar-se na Análise Institucional do Discurso de Marlene Guirado. Seu objetivo principal foi identificar os sentidos atribuídos à Residência Multiprofissional em Saúde no discurso de egressos de um Programa de formação em Atenção Hospitalar de Curitiba. O estudo teve metodologia de abordagem quantitativa e qualitativa. A coleta de dados foi dividida em duas etapas. Na primeira etapa, 28 participantes responderam a um questionário online com perguntas abertas e fechadas a respeito de sua formação e inserção profissional. As respostas foram categorizadas e analisadas por meio de estatística descritiva simples. Na segunda etapa foram realizadas entrevistas individuais com 14 egressos, distribuídos entre as oito profissões que compõem o Programa estudado. Para a análise das entrevistas, foi utilizado o referencial da Análise Institucional do Discurso. Os resultados evidenciaram considerável inserção dos egressos no mercado de trabalho após a RMS, especialmente na área da saúde. Contudo, a minoria ingressou profissionalmente no âmbito do SUS e poucos em campo correlacionado à Área de Concentração em que realizaram o Programa. Alguns dados sugerem precarização das condições de trabalho durante e após a RMS (alta carga horária, baixa remuneração por hora trabalhada e instabilidade de vínculo profissional), indicando a necessidade de avanço nas políticas voltadas a esta temática. A análise do discurso dos egressos evidenciou a legitimação da RMS enquanto proposta de formação em serviço, vinculada à interdisciplinaridade e à integralidade como valores necessários à assistência em saúde. Observou-se, entretanto, a tensão discursiva entre a interdisciplinaridade e a fragmentação de saberes, entre o modelo biomédico e o biopsicossocial, entre a legitimação da RMS e seus questionamentos. Conclui-se que, na negociação discursiva, os participantes posicionam-se, assujeitam-se e resistem aos discursos instituídos, constituindo, assim, imagens da RMS e de um modelo de cuidado em saúde. Os resultados também sinalizaram aspectos a serem repensados e aprimorados na RMS, tais como a grade curricular, a disponibilidade de estrutura física/recursos materiais, e a presença e formação de preceptores. Ficam ressaltadas as potencialidades desta proposta de formação em serviço no que ela tem de possibilidades de desenvolvimento de habilidades profissionais, na articulação promovida entre teoria e prática e no contato interdisciplinar. Palavras-chave: Residências em Saúde. Inserção Profissional. Formação Profissional. Sistema Único de Saúde. Atuação Interdisciplinar. Discurso.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The Multidisciplinary Residency in Health (MRH) was regulated as postgraduate program in 2005. Its goal is to train health professionals in accordance with the principles and guidelines of the Unified Health System. Few studies addressed the impacts of this type of training and the employability of its graduates, which boosted this research. This research differs the literature due to the characteristics of the studied program and because it is based in the Institutional Analysis of the Discourse, created by Marlene Guirado. Its main objective was to identify the meanings attributed to the Multidisciplinary Residency in the speech of graduates of a Residency Program focused in Hospital Care, situated in Curitiba. The study was a quantitative and qualitative approach methodology. Data collection was divided into two stages. In the first stage, 28 participants completed an online questionnaire with open and closed questions about their training and professional insert. Responses were categorized and analyzed using simple descriptive statistics. In the second phase were carried out individual interviews with 14 egresses, distributed among the eight professions that make up the study program. For the analysis of the interviews, we use the reference of the Institutional Analysis of Discourse. The results showed considerable insert of egresses into the labor market after the RMS, especially in health. However, the minority joined professionally in the UHS. Few of them work in a area correlated with the concentration area in which have done the program. Some data suggest precarious working conditions during and after the MRH (high workload, low earnings and low employment stability), indicating the need for progress in policies related to this issue. The analysis of the discourses showed the legitimation of the MRH as a proposal for in-service training, linked to interdisciplinarity and integrality as values necessary for health care. It was observed, however, the discursive tension between interdisciplinarity and fragmentation of knowledge, between the biomedical model and the biopsychosocial, and also between the legitimacy of the MRH and the questions about your conditions. It concludes that, in the discursive negotiation, participants take positions, submitting themselves and putting resistances to the currents discourses, thus constituting images of MRH and a model of health care. The results also signal aspects to be rethought and bettered in MRH, such as the curriculum, the availability of infrastructure and material resources, and also the presence and training of tutors. This research highlighted the potential of MRH for in-service training and its possibilities of developing professional skills, the articulation between theory and practice and the interdisciplinary contact. Key-words: Health Residency Programs. Professional insert. Professional qualification. Unified Health System. Interdisciplinary practice. Discourse.pt_BR
dc.format.extent144 f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.subjectEgressospt_BR
dc.subjectResidentes(Medicina) - Avaliaçãopt_BR
dc.subjectSistema Único de Saúde (Brasil)pt_BR
dc.titleFormação e(m) serviço : a residência multiprofissional em atenção hospitalar no discurso de egressospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record