Show simple item record

dc.contributor.advisorRibas Filho, Jurandir Marcondespt_BR
dc.contributor.authorAbuchaim, Décio Cavalet Soarespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Regional de Blumenal. Programa de Mestrado Interinstitucional em Clinica Cirúrgicapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Mestrado Interinstitucional em Clinica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2014-10-01T12:22:50Z
dc.date.available2014-10-01T12:22:50Z
dc.date.issued2000pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36166
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Jurandir Marcondes Ribas Filhopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Universidade Regional de Blumenal. Programa de Mestrado Interinstitucional em Clinica Cirúrgica. Universidade Regional de Blumenal. Defesa: Curitiba, 08/12/2000pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar os padrões de dominância circulatória de corações humanos, o número de ramos que a coronária direita fornece ao ventrículo esquerdo, o número de ramos que a coronária esquerda emite ao direito e a presença de anastomoses intercoronarianas com sua localização e freqüência. Foram produzidos 25 moldes de corações submetidos a instilação de acrílico colorido e posterior corrosão com ácido clorídrico, no Laboratório de Cirurgia Experimental da FURB. Os corações foram obtidos junto ao Instituto Médico Legal de Itajaí tendo sido descartadas as peças com cicatrizes, áreas sugestivas de infarto ou lacerações, bem como peças provenientes de crianças. As vísceras eram de indivíduos de ambos os sexos, sendo que 17 (68%) eram masculinos e 7 (32 %) femininos, a idade variou de 15 a 70 anos, com média de 40.2 anos e o grupo étnico da cor branca foi predominante com 19 casos (76%). Observou-se nos moldes o número de ramos que cada artéria coronária originava aos ventrículos e o tipo de circulação. A dominância direita ocorreu em 18 peças, (72%) com o seguinte número de ramos atingindo o ventrículo esquerdo: 1,2, 3 e 4 ramos com 2,14,2 e 1 moldes, respectivamente. Adominância esquerda apresentou-se em 5 casos (20%), seus vasos atingiram o ventrículo direito com 1 ramo em 4 moldes e 2 ramos com 1 molde. A circulação balanceada foi observada em 2 moldes (8%). Houve diferença significativa entre a dominância direita e esquerda ( p< 0.05), direita e a balanceada ( p< 0.01), porém, o mesmo não foi observado entre esquerda e balanceada (p> 0.05). Concluiu-se que a forma mais comum de circulação coronariana é a de dominância direita com a média de 1.56 ramos ao ventrículo esquerdo; quando a dominância é esquerda, fornece em média 1.2 ramos. Não foi observada presença de anastomoses intercoronarianas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The objective of the present work is to analyze dominance patterns in the circulation of the human heart, the number of branches thatthe right coronary artery fumishes to the left ventricle, the number of branches that the left coronary emits to the right and the presence of intercoronary anastomoses whith its frequency and location. Twenty five hearts casts were produced and submitted to installation of coiored acrylic and posterior corrosion from chlorohydrate acid, in the Experimental Surgery Laboratory at FURB. These molds were taken from hearts obtained from the Legal Medicai Institute in Itajaí and had been discarded as pieces with scars, areas suggestive of infartion or laceration and having obteined from children. The viscera were from both sexes, 17 (68%) from men and 7 (32%) from women, the ages varied from 15 to 70 years old, with a mean of 40.2 years; white ethnic dominatd the group with 19 cases (76%). Was observed in the molds that the number of branches of each coronary originated from the ventricles, the type of circulation and the presence of intercoronary anastomoses. Right dominance occured in 18 subjects (72%), with the following number of branches reaching the left ventricle: 1,2,3 and 4 branches with 2,14,2 and 2 branches, respectively. Left dominance presented itself in 5 cases (20%), its vessels reached the right ventricle with 1 branch in 4 molds and 2 branches in 1 mold. Balanced circulation was observed in 2 molds (8%). There was significant difference between right and left dominance (p< 0.05), right and balance (p<0.01), the same not being observed between left and balance (p> 0.05). It is concluded that the most common form of coronary circulation is right dominat with na average of 1.56 branches to the left ventricle; when dominance is on the left, the average is 1.2 branches and intercoronary anastomoses was not observed.pt_BR
dc.format.extent33f. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectArterias coronariaspt_BR
dc.subjectAnatomiapt_BR
dc.subjectCoraçãopt_BR
dc.subjectCoração - Ventriculo esquerdopt_BR
dc.subjectCoração - Ventriculospt_BR
dc.subjectCirurgiapt_BR
dc.titleEstudo da anatomia das artérias coronárias humanaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record