Show simple item record

dc.contributor.authorGazzotti, Danilo Medeiros, 1987-pt_BR
dc.contributor.otherFrighetto, Renan, 1974-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2019-11-12T16:28:16Z
dc.date.available2019-11-12T16:28:16Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/35129
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Renan Frighettopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa: Curitiba, 19/02/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Em nossa pesquisa trataremos sobre as concepções de poder régio entre os suevos na Província da Gallaecia durante o século V. Para alcançar nosso objetivo nos utilizaremos da crônica de Idácio de Chaves, uma figura-político religiosa da região galaica que foi testemunha direta e indireta dos acontecimentos ocorridos ao longo da quinta centúria. Na crônica de Idácio os acontecimentos são relacionados com a vida cotidiana e social do Mundo Romano Tardio descrevendo seus problemas e enfrentamentos. Sobre a ecclesia cristã encontramos muitas informações, que vão desde a nomeação dos bispos de Roma no decorrer do período em que sua crônica abrange, até informações, por exemplo, acerca de acontecimentos com bispos do Ocidente e do Oriente. Em nosso trabalho realizaremos uma análise sobre a visão dos pensadores romanos com relação às populações bárbaras que se fixaram nos territórios romanos ocidentais ao longo do século V. Além disso discorreremos acerca do reconhecimento e a legitimação da autoridade régia dos suevos perante a autoridade imperial romana. Por fim pretendemos também ao longo de nossa pesquisa levantar questionamentos sobre a possibilidade de ter existido um reino suevo na Diocésis Hispaniarum no decorrer da quinta centúria.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In our research we will deal with the conceptions of royal power among the Suebi in the province of Gallaecia during the fifth century. In order to achieve our objective we will use the chronicle of Hydatius, a political and religious character from the Galician region who was a direct and indirect witness of the events that took place throughout the fifth century. In Hydatius chronicle, the events are related to the daily and social life of the Late Roman World describing its problems and confrontations. One finds many pieces of information about the Christian ecclesia, which go from the nomination of the bishops of Rome in the course of the period his chronicle embraces, to information, for example, about events with bishops of the West and the East. In our work we will carry out an analysis of the view of Roman thinkers with respect to the barbarian populations that settled in the western Roman territories over the fifth century. Besides that, we will discourse about the recognition and legitimization of the Suebi royal authority in the presence of the Roman imperial authority. Finally, we also intend to raise questionings, throughout our research, about the possibility that a Suebi reign has existed in the Diocésis Hispaniarum during the fifth century.pt_BR
dc.format.extent150f. : il. algumas color., maps., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Históriapt_BR
dc.subjectHistoria antigapt_BR
dc.subjectGalicia (Espanha : Região) - Históriapt_BR
dc.subjectEspanha - História - Sec. Vpt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleAs concepções do poder régio entre os suevos na Gallaecia do Século V : uma análise da crônica de Idácio de Chavespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record