Show simple item record

dc.contributor.advisorRobert, Renato César Gonçalves, 1974-pt_BR
dc.contributor.authorBrito, Fabio Cordeiro de, 1992-pt_BR
dc.contributor.otherDiniz, Carlos Cézar Cavassin, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Ciencias Agrárias. Curso de Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2022-05-01T01:44:36Z
dc.date.available2022-05-01T01:44:36Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/75419
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Renato Cesar Gonçalves Robertpt_BR
dc.descriptionCoorientador: Msc. Carlos Cézar Cavassin Dinizpt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Curso de Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 31-33pt_BR
dc.description.abstractResumo : O presente trabalho teve como objetivo analisar as lesões causadas nas árvores remanescentes após o ciclo operacional do trator florestal harvester, nas atividades de corte e processamento da madeira em área de primeiro desbaste. A pesquisa foi realizada em um povoamento de Pinus taeda L., localizado na cidade de Inácio Martins, estado do Paraná. O sistema de colheita avaliado foi o cut to lenght, foram instaladas 24 parcelas na área onde foram avaliadas as lesões quanto a sua severidade, classificando-se em: leve, moderado e intenso, a dimensão a qual foi dividida em 3 classes, frequência, posição na árvore em relação a altura. Após a coleta dos dados eles foram agrupados em três tratamentos, sendo T1 a base da árvore, T2 o fuste e T3 a copa. Seguiu-se para a análise estatística, o T3 foi descartado devido à ausência de danos, foi realizado um teste de F para verificar se as variâncias dos dados eram homogêneas, havendo homogeneidade das variâncias, prosseguiu-se com o teste de T para comparar as médias entre os tratamentos. Os resultados não apresentaram homogeneidade entre as variâncias dos tratamentos em relação ao número médio de árvores danificadas na parcela, porém para o tamanho médio do dano, houve homogeneidade, desta forma, foi aplicado o teste de T o qual indicou que os tamanhos médios das lesões entre os tratamentos não apresentaram diferença significativa ao nível de 5% de probabilidade de erro. Observou-se uma grande quantidade de danos no tratamento T1, sendo os maiores índices encontrados na severidade leve juntamente com a menor classe de tamanho.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectÁrvores - Ferimentos e lesõespt_BR
dc.subjectDesbaste florestalpt_BR
dc.subjectMaquinas florestaispt_BR
dc.subjectPinus taeda - Desbastept_BR
dc.titleQuantificação e caracterização de danos em povoamento de Pinus taeda L. submetido ao desbaste misto mecanizadopt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record