Show simple item record

dc.contributor.advisorJunckes, Ivan Jairo, 1965-pt_BR
dc.contributor.authorBueno, Adriana Aurea Mota, 1982-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Litoral. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentávelpt_BR
dc.date.accessioned2021-01-08T14:21:38Z
dc.date.available2021-01-08T14:21:38Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69225
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Ivan Jairo Junckespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentável. Defesa : Matinhos, 29/04/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 87-95pt_BR
dc.description.abstractResumo: A desigualdade de gênero afeta diretamente a vida das mulheres, historicamente as mulheres têm sido marginalizadas em vários campos da vida na sociedade, sendo um deles os espaços de poder decisório. Mesmo passados mais de 80 anos desde a conquista do sufrágio feminino no Brasil, elas continuam sub-representadas, sendo um problema que afeta diretamente a qualidade da democracia e o desenvolvimento do país. O presente estudo analisou os fatores explicativos para a sub-representação das mulheres na política brasileira, tendo o financiamento eleitoral como um dos principais fatores. Destaca-se a inediticidade do estudo por sua abrangência territorial e temporal. A pesquisa foi realizada nas eleições municipais para vereadores nos anos de 2008, 2012 e 2016, em 441 municípios com mais de 50.000 eleitores. Os dados utilizados têm origem no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e para o tratamento, análise dos dados e alcance dos resultados, utilizou-se de análises estatísticas com o auxílio do software Jamovi e planilhas eletrônicas. Os resultados da pesquisa confirmam o financiamento de campanha como principal fator para o desempenho e o sucesso eleitoral das mulheres. A participação relativa delas é maior que os homens entre as candidatas tornadas inaptas e muito maior nos quartis de menor receita em todos os ciclos eleitorais. Como os candidatos que possuem as maiores receitas apresentam 184 vezes mais chances de serem eleitos, o fato de ser mulher diminuiu as chances em todos os ciclos eleitorais estudados em mais de 40% comparada aos homens. O presente estudo colabora assim com os (poucos) estudos existentes sobre a dinâmica político-eleitoral nos municípios brasileiros e proporciona maior aprimoramento às pesquisas que já vem sendo realizadas em outros níveis federativos, contribuindo especialmente com as discussões para o enfrentamento da marginalização da mulher na política. Palavras-chave: Eleições. Mulheres. Política.Vereadores. Financiamento Eleitoral.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Gender inequality directly affects women's lives, historically women have been marginalized in various fields of life in society, one of them being the spaces of decisionmaking power. Even after more than 80 years since the conquest of women's suffrage in Brazil, they remain underrepresented, being a problem that directly affects the quality of democracy and the country's development. The present study analyzed the explanatory factors for the under-representation of women in Brazilian politics, electoral financing being one of the main factors. The originality of the study stands out for its territorial and temporal scope. The research was carried out in municipal elections for councillors in 2008, 2012 and 2016, in 441 municipalities with more than 50,000 voters. The data used comes from the Superior Electoral Court (TSE). For the treatment, analysis of the data and the achievement of the results, statistical analyzes were used with the aid of the Jamovi software and spreadsheets. The survey results confirm the campaign's funding as the main factor for women's electoral performance and success. Their relative participation is greater than that of men among candidates who are made unfit and much larger in the lowest-income quartiles in all electoral cycles. As the candidates with the highest incomes are 184 times more likely to be elected, the fact that women are reduced by more than 40% in all electoral cycles studied compared to men. The present study collaborates with (few) existing studies on the political-electoral in Brazilian municipalities and provides further improvement and research that has already been carried out at other federal levels, contributing especially to discussions to face the marginalization of women in politics. Keywords: Elections. Women. Politics. Development. Electoral Financingpt_BR
dc.format.extent126 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMulheres - Aspectos políticospt_BR
dc.subjectEleiçõespt_BR
dc.subjectVereadorespt_BR
dc.subjectDesenvolvimento Territorial Sustentávelpt_BR
dc.titleMulheres, financiamento eleitoral e democracia : uma análise da (sub)representação das vereadoras nas eleições de 2008, 2012 e 2016 em 441 municípiospt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record